Judiciário

Paralisação de magistrados não afetará o funcionamento da Justiça Federal no Ceará

Segundo a JFCE, nenhum caso urgente deixará de ser atendido

19:59 · 14.03.2018 / atualizado às 20:05
Fórum da Justiça do Trabalho Autran Nunes
Em Fortaleza, a ação pró-paralisação acontecerá no Fórum da Justiça do Trabalho Autran Nunes, no Centro, às 10h. (Foto: Arquivo)

Apesar da paralisação dos juízes federais prevista para acontecer nesta quinta-feira (15), em prol do pagamento de auxílio-moradia, a Justiça Federal no Ceará (JFCE) afirma que os servidores estarão trabalhando normalmente, e que nenhum caso urgente deixará de ser atendido.  

A Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe), que possui cerca de 2 mil associados em todo o Brasil, realizou uma pesquisa no fim de fevereiro deste ano para averiguar se seus membros apoiavam a paralisação. Foram coletadas 1.300 respostas e, destas, 1.063 apoiaram a ação, o que representa 81% dos entrevistados. 

Atos públicos conjuntos estão confirmados para acontecer nas cidades de Porto Alegre, Brasília, São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador e Belém, como parte de uma ação nacional organizada entre a Ajufe, a Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR), a Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (ANAMATRA) e a Associação Nacional dos Procuradores do Trabalho (ANPT). 

Em Fortaleza, a ação pró-paralisação acontecerá no Fórum da Justiça do Trabalho Autran Nunes, no Centro, às 10h.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.