VALORIZAÇÃO CULTURAL

Oficinas práticas são ofertadas gratuitamente para integrantes da rede pública de Cascavel

As formações acontecerão entre os dias 30 de agosto e 1° de setembro, e são destinadas a professores, alunos, coordenadores pedagógicos, gestores escolares e técnicos das secretarias de educação

20:04 · 28.08.2018
curso
O projeto vai ofertar cursos de fotografia, teatro, xilogravura, artesanato, música e contação de histórias, além de aulas de arte, cultura, educomunicação e incentivo à leitura ( Foto: Divulgação )
Ir além do conteúdo programático determinado no plano anual de ensino e fazer com que os educadores consigam utilizar uma metodologia que aproveite o que a escola e a comunidade oferecem no contexto cultural, criando ações que envolvam a participação das famílias, fazendo com que os alunos sejam os verdadeiros protagonistas é um dos propósitos das oficinas práticas que serão oferecidas entre os dias 30 de agosto e 1° de setembro para professores, alunos, coordenadores pedagógicos, gestores escolares e técnicos das secretarias de educação de escolas públicas de Cascavel.
 
O Programa de Desenvolvimento da Educação (PDE), do Instituto Brasil Solidário (IBS), vai ofertar cursos de fotografia, teatro, xilogravura, artesanato, música e contação de histórias, além de aulas de arte, cultura, educomunicação e incentivo à leitura, que funcionarão das 8h às 17h, na Escola Deputado Raimundo de Queiroz. A formação tem o objetivo de ensinar a produção criativa e interativa, com técnicas de postura, controle da voz, além do estudo sobre acervo da biblioteca e as possibilidades de contação de histórias e aprendizado dentro de cada gênero literário.
 
Valorização regional e cultural
 
Na música, as oficinas serão integradas com atividades junto ao Grupo Uirapuru - Orquestra de Barro, permitindo que os estudantes conheçam de perto o trabalho realizado por músicos e artesãos, que tiram do barro uma sonoridade única e instrumentos orgânicos que dão vida a tradições ancestrais no município, que é considerado um dos principais polos de produção da cerâmica artesanal.
 
O trabalho de produção e artesanato de barro levará a proposta de apresentar aos alunos a matéria-prima bruta como é retirada da natureza, como a textura e a explanação sobre o processo de preparação para a confecção de peças como quartinhas, jarros, panelas e miniaturas de brinquedos. Já com o artesanato de cipó, os alunos aprenderão a confeccionar casinhas e janelas para suporte de flores, peixes e luminárias, cumprindo a meta principal das oficinas: valorizar o regionalismo, a identidade e os potenciais culturais do próprio local. 
 
Serviço
 
A inscrição poderá ser feita por e-mail (administrativo@brasilsolidario.org.br) ou pelo telefone: (9.9646-2474). 

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.