Dia "D"

Municípios se mobilizam neste sábado, 18, para vacinação contra Sarampo e Poliomielite

A meta é vacinar, até o próximo dia 31 de agosto, no mínimo, 95% de todas as crianças na faixa etária entre 12 meses e 4 anos, 11 meses e 29 dias

13:15 · 17.08.2018 / atualizado às 13:27
vacinação
No próximo sábado, 18 de agosto, acontece o Dia D de Vacinação contra o sarampo e poliomielite ( Diário do Nordeste )

Amanhã, estados e municípios de todo o Brasil estarão mobilizados na Campanha Nacional de Vacinação contra Sarampo e Poliomielite. A meta é vacinar, até o próximo dia 31 de agosto, no mínimo, 95% de todas as crianças na faixa etária entre 12 meses e 4 anos, 11 meses e 29 dias, de forma homogênea, para evitar a manutenção ou formação de bolsões de não vacinados. Esse índice representa, em todo o território nacional, 11 milhões de crianças dentro dessa faixa etária.

No Ceará, a meta é imunizar 483.724 crianças. Para isso, o Estado contará com uma estrutura especial de mobilização, com 2.397 postos fixos de vacinação, 1.100 postos volantes e 1.100 veículos terrestres. Em Fortaleza, são 111 postos de saúde, além de mini-postos em supermercados, igrejas e associações, com horário de funcionamento de 8h as 18 horas. De acordo com o Ministério da Saúde, o objetivo da campanha é manter o estado de eliminação da pólio e do sarampo no Brasil, com elevada cobertura vacinal contra a poliomielite nos municípios, e também a vacinação dos menores de cinco anos de idade contra o sarampo e a rubéola.

Considerando que até o fim do mês a meta é vacinar 95% das crianças, o Ministério da Saúde estima a seguinte expectativa de cobertura vacinal: 1ª semana com 16%, 2ª semana com 32%, Dia D em torno de 62%, 3ª semana com 78% e na 4ª (última) semana com, no mínimo, 95%.

Fortaleza

Na rede municipal são ofertadas 14 vacinas para as crianças (BCG, Hepatite B, Rotavírus, Pentavalente, Pólio Inativada, Pneumocócica 10 Valente, Meningite C, Tríplice Viral, Hepatite A, Tetravalente, Pólio Oral, Tríplice Bacteriana – DTP e Febre Amarela) e cinco para os adolescentes (HPV, Meningite C, Tríplice Viral, Hepatite B e Dupla Bacteriana – Difteria e Tétano).

No caso da vacina contra o sarampo, para garantir a cobertura total, mesmo as crianças de até 5 anos que já tomaram alguma dose das vacinas poderão ser imunizadas com a vacina tríplice viral. No caso da poliomielite, crianças que nunca tomaram nenhuma dose na vida receberão a Vacina Inativada Poliomielite (VIP). Já as crianças menores de cinco anos que já tomaram pelo menos uma dose da vacina, receberão apenas a gotinha (Vacina Oral Poliomielite).

Casos confirmados

A necessidade de se atingir a meta estabelecida pelo Ministério da Saúde se torna ainda mais evidente diante dos casos de sarampo que foram confirmados ontem, 17, no estado vizinho do Pernambuco. As Secretarias de Saúde Estadual e do Recife confirmaram dois casos. Um homem de 27 anos que havia viajado em julho para Manaus, área onde está circulando o vírus, e sua sobrinha de dois anos. A criança reside com ele. Os dois não comprovaram vacinação para tríplice viral. A infecção foi confirmada pela Fundação Oswaldo Cruz do Rio de Janeiro (Fiocruz-RJ), laboratório de referência nacional.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.