Justiça

Mulher é indenizada em R$ 11 mil por empresa de ônibus, depois de cair do veículo e quebrar o pé

O acidente aconteceu em setembro de 2013, quando o motorista arrancou e fechou as portas do ônibus, enquanto a mulher ainda subia

09:19 · 26.06.2018

Uma mulher vai receber indenização de R$ 11.200 mil da empresa de Transporte Urbano Aliança por danos materiais, lucros cessantes, morais e estéticos, após ter sofrido um acidente, em 2013, na momento em que subia no ônibus da linha Antônio Bezerra/Francisco Sá/Papicu. A decisão do processo judicial foi dada pelo juiz Gerardo Magelo Facundo Junior, titular da 15ª Vara Cível do Fórum Clóvis Beviláqua (FCB).

De acordo com os autos do processo, a passageira trabalhava entregando marmitas em lojas de Fortaleza e se deslocava por meio de transporte coletivo. No dia 18 de setembro de 2013, ela deu sinal para o coletivo parar e, no momento em que subia, o  motorista arrancou e fechou as portas do ônibus, fazendo com que a passageira caísse no chão. A mulher quebrou um pé, torceu o outro e foi levada ao Instituto Dr. José Frota (IJF), onde passou por uma cirurgia e uma internação de mais de uma semana. 

Os médicos que trataram do caso indicaram que ela ficasse em repouso absoluto até fevereiro de 2014. Por conta disso, ela perdeu a renda de R$ 700 que ganhava mensalmente com a venda das quentinhas. Além disso, a mulher teve despesas com medicamentos, transporte para fazer fisioterapia e pagamento de acompanhamento enquanto estava internada no hospital. 

Não se sabe quem foi o motorista em questão, porque a passageira não conseguiu anotar a placa do veículo e o funcionário não parou para socorrer a mulher. Apenas percebeu que a empresa do ônibus era a Aliança. 

A empresa alegou que não existe registros do acidente em suas dependências e que nem sequer tomou conhecimento sobre o fato envolvendo algum de seus ônibus que trafegavam, na época, na Avenida Francisco Sá

Ao analisar o caso, foi comprovado o trabalho de entregadora da mulher e o exame de corpo de delito constatou a existência de duas cicatrizes no tornozelo esquerdo dela. 

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.