João Thomé e Cariri

Motoristas paralisam atividades nas rodoviárias de Fortaleza e Juazeiro

Assembleia com trabalhadores deve ocorrer na noite desta quarta (20) para decidir sobre proposta dos empresários do ramo

19:54 · 20.06.2018 / atualizado às 08:24 · 21.06.2018

Os rodoviários do transporte intermunicipal e interestadual das rodoviárias Engenheiro João Tomé, em Fortaleza, e de Juazeiro do Norte, no Cariri cearense, paralisaram as atividades na noite desta quarta-feira (20) em razão de não ter havido negociação com os empresários do ramo. 

Segundo o Sindicato dos Trabalhadores das Empresas de Transportes Rodoviários de Passageiros Intermunicipal e Interestadual do Ceará (Sinteti), ainda na noite desta quarta será organizada uma assembleia geral com os trabalhadores para as propostas serem apresentadas.

A contrapartida empresarial, de acordo com o sindicato, é a redução da jornada de trabalho de 44 horas semanais para 18 horas - o que reduziria o salário em 50%; retirada do vale alimentação e demissão de empregados mais antigos. 

De acordo com o Sinteti, a mesa de negociações ocorreu durante três meses. Na última mediação, os empresários haviam concordado em conceder 3% de reajuste, além de R$ 0,50 no vale refeição e R$ 10 na cesta básica; contudo, precisaria da redução da carga horária e das demissões. 

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.