Escoteiros

Menina de 11 anos junta R$1.440,00 em moedas para viajar

Segundo a mãe de Lara, desde muito pequena a menina já juntava dinheiro para comprar o que gostava.

16:51 · 13.03.2018 / atualizado às 17:17
Lara
Aos 11 anos, Lara juntou R$1440,00 para um evento de escoteiros ( Foto: Divulgação )
viagem
Desde muito pequena, a menina junta moedas para comprar e realizar o que mais gosta. ( Foto: Divulgação )

Com orgulho, Lucineide Gomes conta as façanhas de sua filha Lara, que aos 11 anos juntou R$1.440,00 para viajar a São Paulo. A menina faz parte de um grupo de escoteiros e vai à capital do sudeste participar de um encontro que reunirá escoteiros do mundo inteiro. Apesar de ir acompanhada pelos pais, Lara que pagará as passagens e a entrada do evento. 

"Ela ficará acampada sete dias em Barretos. Desde junho do ano passado ela junta esse dinheiro. Todos os dias ela recebe R$5,00 para o lanche, mas só gasta R$2,00 e os R$3,00 ela coloca no cofrinho. Ela também contou com a ajuda dos primos que davam um dinheirinho quando ela pedia", conta Lucineide. 

A mãe conta, ainda, que desde criança, Lara juntava moedinhas e só tirava quando queria comprar ou fazer algo que realmente gostasse. "Geralmente ela juntava para comprar livro", revela Lucineide. Aos poucos, a menina foi crescendo e queria fazer sua primeira viagem: Lara foi para Juazeiro do Norte, e todos os passeios foram pagos com o valor arrecadado por ela. 

Lara é uma menina cheia de planos. Segundo a mãe, ela tem diferentes recipientes para o grau de importância e proximidade do que ela quer realizar. Para 2020, outra viagem como escoteira já está programada. Além disso, Desde pequena, a menina decidiu que iria fazer intercâmbio depois dos 16 anos e já junta dinheiro, ainda que pouco, para a sonhada viagem de aprendizado acadêmico. 

"O melhor da Lara é que ela gosta de estudar e é dela. Nunca empurrei nada para ela fazer. Teve o segundo ano consecutivo como primeiro lugar em portugues, é representante de turma e uma menina bondosa. Eu creio que estou criando minha filha da maneira certa, porque sao poucas crianças que pensam tanto no outro como ela", afirma Lucineide, orgulhosa. 

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.