Susto

Incêndio atinge escola pública na Aldeota

Dois professores inalaram fumaça e foram levados para o Instituto Doutor José Frota

Incêndio em escola na Aldeota ( Foto: Helene Santos )
14:41 · 28.05.2018 / atualizado às 18:58 · 29.05.2018

Um incêndio aconteceu por volta de 13h30 desta segunda-feira (28) na escola Escola de Ensino Fundamental e Médio (EEFM) Santa Luzia, localizada na rua João Cordeiro, no bairro Aldeota.

Segundo informações da coordenadora da instituição, que preferiu não se identificar, o incêndio aconteceu no almoxarifado, anexo à sala dos professores, onde eram guardados material da escola e produtos de limpeza. Uma funcionária tentou apagar o fogo com água, ao invés de usar o extintor, e o incêndio acabou aumentando. Na ocasião, dois professores inalaram a fumaça e foram socorridos pelo Corpo de Bombeiros. Ambos foram levados para o Instituto Doutor José Frota (IJF).

Segundo o Corpo de Bombeiros, a estrutura de teto do almoxarifado ficou danificada, mas ainda não há informações de como o incêndio começou. Os alunos especulam que tenha sido devido à um defeito no ar-condicionado do local.

Assim que o incêndio começou, os alunos foram orientados a sair das salas de aula, não houve feridos. As aulas de hoje (28) foram suspensas e novas informações serão dadas através das redes sociais da escola.  

Nota

Em nota, a Superintendência das Escolas Estaduais de Fortaleza (Sefor) informa que juntamente com a direção da Escola Santa Luzia adotou todas as providências necessárias ao princípio de incêndio. "De imediato, todos foram liberados e não houve feridos. O Corpo de Bombeiros foi acionado. Antes, os profissionais da escola utilizaram os extintores. Nesta terça-feira (29) não haverá aula. A Sefor aguardará o parecer dos Bombeiros sobre a causa", informou ainda o comunicado.

2 acidentes na última semana

Outros dois casos de acidentes em escolas de Fortaleza aconteceram na última semana. No dia 23, uma criança morreu e duas ficaram feridas após o chão de uma escola municipal ceder, no bairro Ancuri. O incidente aconteceu por volta das 9h na manhã, no Centro de Educação Infantil Professora Laís de Souza Viera Nobre.

 

As três crianças brincavam nos fundos da escola quando, em um determinado momento, o chão cedeu e elas caíram na fossa da instituição de ensino. Duas delas foram resgatadas com ferimentos leves e atendidas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

 

Hannah Évelyn de Andrade Laranjeira prendeu o braço no anel da fossa e ficou submersa por muito tempo. Ela acabou não resistindo aos ferimentos e morreu no local.

 

Já no dia 25 de maio, três crianças, entre 6 e 7 anos, foram feridas em acidente na Escola Municipal Infante Rosalina Rodrigues, no Parque Dois Irmãos. Os três meninos saíam do turno da tarde, período em que estudam e, segundo a Secretaria Municipal de Educação (SME), teriam ido urinar próximo a uma caixa de energia. Um projetor explodiu e atingiu as crianças, queimando parte do corpo delas.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.