Antônio Bezerra

Inaugurada nova estação do Bicicleta Integrada

A “experiência única na cidade”, como resume o prefeito Roberto Cláudio, deve ser expandida

7ª estação do sistema "Bicicleta Integrada" inaugurada nesta quarta-feira (25) ( Foto: Natinho Rodrigues )
14:20 · 25.04.2018 / atualizado às 15:41 · 26.04.2018
No sistema, ao se cadastrar, o usuário retira uma Bicicleta que poderá ser usada por até 14 horas e, depois, devolvida a qualquer hora do dia ( Foto: Natinho Rodrigues )

A prefeitura de Fortaleza inaugurou a sétima estação do sistema “Bicicleta Integrada” no terminal do Antônio Bezerra, na manhã desta quarta-feira (25). O equipamento tem o apoio do shopping RioMar Fortaleza e faz parte do projeto de ampliação da malha viária na cidade.

Segundo o secretário executivo da Secretaria de Conservação e Serviços Públicos (SCSP) do Município, Luiz Alberto Sabóia, o sistema é uma inovação grande e própria de Fortaleza. “Está sendo muito usado na rede de ciclofaixa. E é uma concepção nossa, totalmente nova, nasceu aqui. Depois outras cidades copiaram, São Paulo agora tá lançando um modelo igual, por exemplo”, explicou.

Para ele, o grande significado do sistema é a “última milha”. “Você chega no terminal, super cansado, e tem que esperar outro ônibus. Muitas vezes você mora a dois, três km do terminal. Então você pode pegar a bicicleta e realizar esse último pedaço da viagem. Esse é o conceito, que surgiu baseada em reclamação da população direto na Etufor”.

Conforme dita o secretário, a primeira e a última "perna" do caminho agora podem ser feitas em uma bicicleta. “É uma política boa para o transporte público, porque diminui a lotação nos ônibus; é uma política boa do ponto de vista de saúde, porque as pessoas se locomovem evitando o sedentarismo e é muito bom em termos de meio-ambiente”.

Expansão

A “experiência única na cidade”, como resume o prefeito Roberto Cláudio, deve ser expandida. “Os sete terminais já estão integrados. Agora queremos ir para fora, nos principais pontos de parada da cidade, que são quase mini-terminais. Serão 20 equipamentos do sistema até 2020”, garante. 

A avaliação que o prefeito faz do sistema é positiva. “A melhor forma de ver que foi bem aceito é passando em frente a uma estação na sexta ou no sábado: não tem bicicleta. Quem pega na sexta só precisa devolver segunda. Então sexta, após o expediente, já tem corre-corre nas estações”, destaca Roberto.
 
Integrada
 
No sistema, ao se cadastrar,  o usuário retira uma Bicicleta que poderá ser usada por até 14 horas e, depois, devolvida a qualquer hora do dia. Tudo é gratuito e mediante cadastro no aplicativo para visualizar estações próximas ou retirar a bicicleta. 

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.