A partir de março

Governo distribui mais de 65 mil repelentes para grávidas no Ceará

Até dezembro deste ano, mais de 1.045.620 frascos serão ofertados aos municípios cearenses, de acordo com o Governo.

09:05 · 17.02.2017
As gestantes cearenses beneficiárias do programa Bolsa Família devem receber, a partir do próximo mês, o primeiro lote de repelentes distribuídos pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário (MDSA), ação de combate ao mosquito Aedes aegypti. No Ceará, 65.370 frascos serão ofertados em março, de acordo com o MDSA. 
 
As prefeituras de cada município ficarão responsáveis pela distribuição dos 15,9 milhões de repelentes destinados estados brasileiros em sete lotes até o mês de dezembro. A medida, de acordo com o MDSA, visa "ajudar especialmente as mulheres mais pobres na prevenção do zika vírus".

A preocupação com a infecção em grávidas é maior, já que o vírus aumenta o risco de ocorrência de microcefalia em bebês. Em 2015 e 2016, foram confirmados no Ceará 25 mortes e 152 casos da síndrome associada à zika. Mais 151 permanecem em investigação, de acordo com dados da Secretaria da Saúde do Estado (Sesa). Neste ano, dois casos foram notificados e estão sendo investigados.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.