Projeto

Escola Bike Anjo atrai novos aprendizes neste domingo (2)

Ação abriu a programação de atividades dedicada a setembro, mês da mobilidade

14:20 · 02.09.2018 / atualizado às 14:27
bike 5
Primeira edição de setembro da Escola Bike Anjo otimiza aprendizado sobre o movimentar-se de bicicleta. ( Fotos: Rodrigo Gadelha )

A Praça Luíza Távora, localizada no bairro Aldeota, sediou mais uma vez as atividades da Escola Bike Anjo (EBA) neste domingo (2), das 8h30 às 11h30. A ação – que geralmente acontece no segundo domingo de cada mês – desta vez foi antecipada e contará com edição extra (marcada para o dia 9) devido à programação especial preparada para setembro, mês da mobilidade. 

A técnica em Enfermagem Iolanda Vasconcelos, 32, foi uma das beneficiadas do projeto nesta manhã. Ela conta que desde criança quer aprender a andar de bicicleta, porém, devido ao medo, acabou abandonando a vontade com o passar do tempo. “Acontece que eu trabalho com uma pessoa que tem um marido que aprendeu depois dos 70 anos de idade. Ao saber disso, pensei: ‘Se ele foi capaz, também acho que sou’”, afirma.

Já avançando nas primeiras pedaladas com alguns minutos de acompanhamento, ela diz que pretende usar o modal para trabalho e lazer. “Além disso, vou buscar reforçar meu desempenho físico. Já costumo correr, porém sinto falta de saber pedalar. Agora, sinto que o quadro vai melhorar”, comemora.

Quem também vibra com o novo aprendizado é o estudante Davi Filgueiras, 21. Incentivado pela mãe a comparecer ao projeto, ele confessa: "O maior desafio é ter equilíbrio para ficar sobre a bicicleta. Mas, com pouco tempo de treino, já me sinto mais seguro".

Programação

Além da tradicional ação – destinada a pessoas que desejam usar a bicicleta como meio de transporte –, no roteiro de atividades previsto para este mês consta ainda a realização de roda de conversa e oficina de mecânica de bicicletas para mulheres, que acontecerão no dia 13 de setembro, das 19h às 22h, na Casa Cavilosa, no Joaquim Távora. O momento formativo será ministrado por Andréa Bezz e contará com reflexões sobre vivências no trânsito. 

Já no dia 15, a partir das 15h, as ciclistas passarão por diversos pontos históricos da Capital ligados à luta da mulher e à resistência feminina, partindo da Estátua da Iracema Guardiã, na Avenida Beira-Mar.

A programação do mês se encerra com o passeio ciclístico Rota da Mobilidade no sábado (29), a partir das 15h, com saída da Praça da Imprensa, no Dionísio Torres. A intenção é uma pedalada em grupo, sem batedores, por um percurso de aproximadamente 30 km, mostrando intervenções recentes de mobilidade urbana na cidade.

De acordo com Pedro Lopes, coordenador da Rede Bike Anjo em Fortaleza, as reflexões levantadas entram em sintonia com a proposta da iniciativa. “A grande questão do projeto é ajudar a quem quer usar a bicicleta no dia a dia, seja no ensino do uso da bike ou sugerindo rotas. A alegria ao poder contribuir com isso é imensa”, destaca.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.