Transporte coletivo

Embarque de passageiros prioritários em ônibus é padronizado pela Etufor

Motoristas serão orientados para aumentar a segurança de idosos, gestantes, pessoas com deficiência e mobilidade reduzida

13:59 · 31.08.2018 / atualizado às 14:29
Ônibus
A padronização dos procedimentos nos terminais e na rua, afirma a Etufor, visa aumentar a segurança dos passageiros que têm prioridade no transporte ( Foto: Natinho Rodrigues )
Os procedimentos de embarque e desembarque de passageiros prioritários nos terminais de integração e nos pontos de parada dos ônibus urbanos da Capital foi regulamentado pela Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor). Segundo o coordenador de operações da empresa, Raimundo Rodrigues, o objetivo é “aumentar a segurança” dos usuários.
 
Em portaria publicada no Diário Oficial do Município (DOM) da última quarta-feira (29), a Etufor pontua como deve ser o transporte de pessoas com deficiência (PCD), mobilidade reduzida, gestantes e passageiros com gratuidade, além de determinar que esses grupos embarcam e desembarcam pela porta dianteira tanto nos terminais como na rua.
 
Conforme Rodrigues, “essas regras servem para balizar o motorista, orientá-lo sobre como proceder para garantir a idoneidade de todos os passageiros”. O coordenador de operações reconhece ainda que “muitos idosos se queixavam do embarque na porta traseira” e, por isso, “criamos essa medida, para que esses grupos prioritários fiquem sob a visão do condutor”.
 
As filas para embarque prioritário de idosos, gestantes e PCD nos terminais já existiam, mas o que muitos usuários ainda desconhecem, de acordo com Rodrigues, “é que mesmo os idosos com menos de 65 anos, que pagam passagem, têm prioridade de embarque, inclusive nos pontos de parada na rua”. “Nesses casos, eles embarcam pela porta dianteira, pagam, o cobrador gira a catraca e eles desembarcam também pela frente”.
 
Pontos de parada
 
A fiscalização das medidas deve ser intensificada nos terminais, mas “é impossível ter um operador em cada parada” nas vias públicas, reconhece Rodrigues. Por isso, informa o coordenador, “as orientações serão repassadas para todos os motoristas e fixadas em adesivos nos coletivos. A ideia é que todos os operadores tenham noção exata de como proceder”.
 
Os passageiros que desejarem fazer reclamações, sugestões ou buscar informações sobre o funcionamento do transporte público coletivo podem fazê-las por meio da Central 156.
 
Confira como funcionarão os embarques e desembarques:
 
Embarque terminais
Foto: Reprodução/DOM 29/08/2018
 
Embarque pontos de ônibus
Foto: Reprodução/DOM 29/08/2018

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.