Influenza

Demanda por vacina lota postos neste sábado; 7 unidades abrem no fim de semana

A meta em Fortaleza para 2018 é imunizar 630 mil pessoas que compõem o grupo prioritário, estabelecido pelo Ministério da Saúde

Posto Paulo Marcelo, no Centro, tem filas saindo pelo quarteirão. ( Fabiane de Paula )
11:38 · 21.04.2018 / atualizado às 10:36 · 22.04.2018
Grupo prioritário lota posto de saúde Hercília Aragão no bairro São João do Tauape ( Foto: Cid Barbosa )

O primeiro fim de semana de vacinação contra a influenza começou marcado por intensa movimentação nos postos de saúde de Fortaleza. Neste sábado (21), sete unidades básicas de saúde estão de portas abertas para garantir a imunização dos grupos prioritários. Além dos postos da Prefeitura, o Centro de Saúde Meireles, unidade da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) também está funcionando. O serviço teve início as 8h e segue até as 17h. No domingo (22), os sete postos também estarão abertos. 

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde de Fortaleza (SMS), os postos que estão abertos são: 

1. Posto de Saúde Carlos Ribeiro
R. Jacinto Matos, 944 - Jacarecanga
Telefone: (85) 3452-6376

2. Posto de Saúde Paulo Marcelo
Rua Vinte Cinco de Março, 607 - Centro
Telefone: (85) 3105-1455 

3. Posto de Saúde Irmã Hercilia Aragão
Rua Frei Vidal, 1821 - São João do Tauape
Telefone: (85) 3452-1883 

4. Posto de Saúde Anastácio Magalhães
Rua Delmiro de Farias, 1670 - Rodolfo Teófilo
Telefone: (85) 3433-2560 

5. Posto de Saúde Dr. Luís Costa
Rua Jorge Dumar, 1501 - Benfica
Telefone: (85) 3131-7677 

6. Posto de Saúde José Paracampos
Rua Alfredo Mamede, 250 - Mondubim
Telefone: (85) 3433-4927 

7. Posto de Saúde de Messejana
Rua Cel. Guilherme Alencar, s/n - Messejana
Telefone: (85) 3474-2637

A meta para 2018 é imunizar 630 mil pessoas em Fortaleza que compõem o grupo prioritário, estabelecido pelo Ministério da Saúde.

Situação no Centro

Na manhã deste sábado, no Posto Paulo Marcelo, há filas dos dois lados da entrada da unidade. De um lado, grande parte são idosos e pessoas com doenças crônicas, do outro, mães e pais com crianças de colo. De acordo com a segunda coordenadora da unidade, Maria José de Carvalho, o posto, que recebeu 3 mil doses da vacina, registra desde sexta-feira “uma procura é intensa”. 

O bancário Roberto Marcos Paiva buscava garantir a imunização do filho de 3 anos. “Eu vim pela preocupação. No colégio tem um caso suspeito da doença e vim por precaução”, ressalta. Embora nunca tenha se vacinado contra a gripe, Roberto conta que esse ano, após o grupo prioritário, ele aguarda que haja distribuição das doses para o restante da população. 

Jacarecanga: 8 salas para grupos prioritários

No Posto Carlos Ribeiro, no Jacarecanga, a movimentação também segue intensa. De acordo com informações da unidade de saúde, na sexta-feira (20), cerca de 800 pessoas foram vacinadas no local. Ao todo, no Carlos Ribeiro há oito salas disponíveis para os grupos prioritários. A coordenadora da Regional de Saúde I, Fabiana Sales, explica que a expectativa é de que haja um público considerável. O posto está abastecido para o fim de semana com 6 mil doses da vacina.

4 mortes confirmadas

Durante a semana, conforme a SMS, todos os 110 postos da Capital irão realizar a imunização. A vacina, conforme o Ministério da Saúde, protege contra três sorotipos: Influenza A (H1N1, H3N2) e Influenza B. Este ano,  o Ceará registrou 4 quatro óbitos por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) causada pelo vírus influenza A H1N1. Uma das mortes foi em Fortaleza.

Cuidados

Além da imunização, a população deve adotar cuidados básicos para evitar a influenza, como: lavar as mãos com água e sabão com frequência; evitar levar as mãos ao rosto após pegar em maçanetas, corrimão de escadas, botões de elevadores; sempre que possível, utilizar álcool em gel a 70%; manter os ambientes bem ventilados e evitar aglomerações; usar máscaras descartáveis caso apresente sintomas de gripe ou ao entrar em contato com pessoas doentes.

SERVIÇOS
Quem deve se vacinar:

  • Pessoas com idade de 60 anos ou mais
  • Crianças de 6 meses a menos de 5 anos de idade
  • Gestantes
  • Mulheres com até 45 dias de parto
  • Doentes crônicos
  • Trabalhadores da área de saúde
  • População indígena
  • Adolescentes e jovens sob medidas educativas
  • População carcerária e funcionários do sistema prisional
  • Professores de escolas públicas e particulares

 

arte

 

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.