cirurgias

Defensoria entra com ação para impedir paralisação de transplantes renais no Hospital Universitário

Uma ação, protocolada na 8ª Vara Federal, foi ajuízada na segunda-feira (9) contra a União, o Estado do Ceará e a própria EBSERH

20:23 · 10.10.2017 / atualizado às 21:17
HUWC
A Defensoria afirma que recebeu da Associação dos Pacientes Renais do Estado do Ceará, ainda em maio deste ano, a denúncia de que os transplantes seriam paralisados ( Foto: Arquivo )

Uma Ação Civil Pública foi ajuízada pela Defensoria Pública da União (DPU) no Ceará nesta segunda-feira (9) para impedir a suspensão de cirurgias de transplante renal no Hospital Universitário Walter Cantídio (HUWC),  integrante do Complexo Hospitalar da Universidade Federal do Ceará (UFC).

Segundo a DPU, logo após receber, ainda em maio, a denúncia de que as atividades desse tipo seriam paralisadas na unidade, diversas reuniões foram mantidas com a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH), gestora do complexo, mas nada positivo foi alcançado.

Reuniões teriam sido realizadas tanto com a EBSERH como com a Central de Transplantes e outros órgãos para solucionar o problema. Sem resultados, a DPU entrou com pedido de liminar contra a União, o Estado do Ceará e a própria EBSERH. A intenção seria continuar com a prestação de serviço até a estrturação de um serviço próprio para esse tipo de transplante dentro do Hospital Universitário.

Procedimentos

Atualmente, dois hospitais cadastrados no Sistema Nacional de Transplantes (SNT) podem realizar esse tipo de procedimento em Fortaleza: o Hospital Walter Cantídio e o Hospital Geral de Fortaleza (HGF). Só no Hospital Universitário, a fila em maio de 2017 possuía 233 pacientes aguardando para realizar um transplante renal, segundo informa a Coordenação da Central de Transplantes.

Na ação, a DPU solicitou com urgência uma audiência de conciliação para permitir que a União, o Estado e a EBSERH adotem uma solução autocomposta. 

Em nota, a EBSERH informou que que ainda não foi notificada oficialmente sobre a ação e que, caso seja notificada, deverá analisar o teor do pedido para responder no prazo estipulado.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.