Janeiro e fevereiro

Ceará registra dois casos de dengue por hora em 2016

Notificações, entretanto, diminuíram quase 30% em comparação com o mesmo período de 2015

10:05 · 01.03.2016 / atualizado às 11:46
dengue
Oito estados já apresentam índices que configuram uma situação de epidemia: Acre, Tocantins, Rio Grande do Norte, Minas Gerais, Espírito Santo, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso e Goiás ( Foto: Divulgação )

Nos meses de janeiro e fevereiro deste ano foram registradas 1.655 notificações de dengue no Ceará. São dois casos registrados por hora no Estado. A informação foi divulgada no Boletim Epidemiológico do Ministério da Saúde e abrangem o período de 3 de janeiro a 6 de fevereiro. 

Proporcionalmente, foram registrados 18,6 casos por 100 mil habitantes na semana epidemiológica 5. Entretanto, a incidência da doença diminuiu ao se comparar os registros no mesmo período de 2015, quando houve 2.343 notificações. A redução foi de 29,7%. No ano passado, eram 26,3 casos por 100 mil habitantes.

A quantidade de registros, entretanto, podem mudar. De acordo com o boletim, os dados divulgados podem não representar a realidade, “uma vez que ainda existem amostras de exames em processamento e um paciente pode realizar mais de um exame e ter mais de uma amostra coletada e analisada”, informou o documento.

Apesar do elevado número de casos, o Ceará é o sexto estado do Nordeste em casos absolutos. Pernambuco teve 10.059 notificações e a Bahia teve 4.339. Na sequência estão Rio Grande do Norte (3.076), Paraíba (2.892) e Maranhão (1.961). Com menos registros na Região estão: Alagoas (1.005); Sergipe (527) e Piauí (122). Ao todo, o Nordeste teve 25.636 casos.

> Dengue avança em todo o País e chega a 200 registros por hora

Tabela Dengue

Febre chikungunya

Em 2016 também foram confirmados três casos autóctones (surgidos no próprio local) de febre chikungunya no Ceará. Com isso, são agora 14 Unidades da Federação onde houve transmissão deste tipo desde a introdução do vírus no país, em 2014. Dengue, zika e chikungunya são tranmitidos pelo mosquito Aedes Aegypti.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.