Fim dos protestos

Ceará não tem mais bloqueios totais de caminhoneiros em rodovias federais, informa PRF

Até ontem (29), Estado ainda possuía um dos três pontos bloqueados do País, mas interdições parciais ainda persistem pelo Estado

Na noite de ontem (29), a PRF já havia adiantado que apenas uma interdição seguia em território cearense, no quilômetro (km) 6 da BR-222, em Caucaia, mas a situação já foi normalizada nesta manhã ( Foto: José Leomar )
08:31 · 30.05.2018 / atualizado às 09:49

Após 10 dias consecutivos de protestos em vários pontos do Estado, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou nesta quarta-feira (30) que o Ceará não possui mais bloqueios totais de rodovias federais feitos por caminhoneiros. Na noite de ontem (29), o órgão já havia adiantado que apenas uma interdição seguia em território cearense, no quilômetro (km) 6 da BR-222, em Caucaia, mas a situação já foi completamente normalizada nesta manhã.

Apesar disso, interdições parciais ainda persistem pelo Estado.

Ao longo desta terça-feira, os caminhoneiros seguiam com bloqueios alguns trechos de rodovias do Ceará. No km 6 da BR-222, pelo menos 70 caminhões estavam parados e os manifestantes abordavam todos os motoristas que passavam na rodovia federal, mesmo os que não concordam com a greve, pedindo para que eles parassem por, pelo menos, 15 ou 20 minutos.

Leia ainda:

> Petroleiros do Estado querem parar a Lubnor 
> PIB da pecuária do Ceará sofre perda de R$ 43,5 mi 
> CNDL pede preços estáveis, e CNI apela pelo fim do movimento 
> Indústria química começa a parar hoje no Estado 
> 12 tipos de hortaliças e frutas já estão em falta 

Outro ponto que teve bloqueio ontem foi o km 18 da BR-116, em Itaitinga. No local, diversos caminhões foram estacionados no acostamento da via, nos dois sentidos, e também impediam a passagem de outros veículos de carga. Já no fim da manhã, a PRF informou que interveio para facilitar a saída de cerca de 30 caminhoneiros que quiseram deixar o protesto e seguir viagem. De tarde, a rodovia federal já estava com o trânsito normal.

Já em Chorozinho, no km 70 da BR-116, cerca de 1.000 caminhões ocuparam um trecho do acostamento, impedindo que veículos de carga transitem. Segundo a PRF, o trânsito está liberado somente para carros de passeio, ônibus, ambulâncias e outros serviços de urgência.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.