Segurança hídrica

Castanhão atinge maior volume em quase dois anos

Em fevereiro, o açude atingiu o pior nível, com 2,10%; em maio deste ano, a barragem alcançou 8,70%

10:16 · 09.05.2018 / atualizado às 11:34
Açude
( Foto: Diário do Nordeste )

O Açude Público Padre Cícero, mais conhecido como Castanhão, atingiu o melhor volume de água em quase dois anos. Conforme dados da Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh), em junho de 2016, o reservatório atingiu 8,57%. Em maio deste ano, a barragem alcançou 8,70%.

No monitoramento da Cogerh, é possível observar um aumento no volume do Castanhão nos últimos meses. Em fevereiro deste ano, o açude atingiu o pior nível, com 2,10%. O Castanhão é o maior açude público para múltiplos usos do Brasil. Concluído em 2003, sua barragem fica localizada no município de Alto Santo, no Ceará. Constitui importante reserva estratégica de água. É utilizado para irrigação, abastecimento urbano, piscicultura e regularização da vazão do Rio Jaguaribe. 

LEIA MAIS

> Em 20 dias, Castanhão dobrou seu volume de água, mas situação ainda preocupa
> Reservas hídricas estão melhores, mas preocupam
> De onde vêm as águas que recarregam os grandes açudes

Situação atual

Dos 155 açudes monitoradores pela Cogerh, 17 apresentam sangria; 24 estão volume morto e 7 estão secos. Do total, 28 açudes estão com volume acima de 90% e 83 estão abaixo de 30%. 

De acordo com dados da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), foram registradas chuvas em 54 postos pluviométricos monitorados pela órgão, destacando-se as seguintes chuvas superiores a 46 mm, acumuladas em 24 horas: 67 mm (Bela Cruz); 64 mm (Amontada) e 47 mm (Camocim)

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.