Neste domingo (22)

Candidatos relatam atrasos e desorganização no concurso do IFCE em Fortaleza

Horário do fechamento dos portões, atraso na entrega das provas e desinformação irritam candidatos

18:59 · 22.06.2014 por Redação Web
candidatos concurso ifce
Irritados, candidatos pediram uma posição dos responsáveis pelo concurso ( Alex Costa )

Atualizado às 21h05

Muita confusão foi registrada durante a realização do concurso do Instituto Federal do Ceará (IFCE), realizado neste domingo (22). Horário do fechamento dos portões, atraso na entrega das provas e desinformação foram as principais queixas relatadas pelo candidatos.

A Escola de Ensino Fundamental e Médio João Mattos, no Bairro Montese, foi onde houve as maiores reclamações. De acordo com os participantes, as provas estavam marcadas para começar às 16h, mas só foram entregues duas horas depois e com os lacres violados, o que gerou muita revolta.

O professor Diego Tarcisio, um dos candidatos, se mostrou bastante decepcionado com a organização da prova."Estamos todos transtornados e sem a menor condição de realizar uma prova com duração de 4 horas. Não queremos causar nenhuma transtorno, o que queremos é uma posição dos responsáveis pelo concurso, pois isso é uma falta de respeito", disse.

O candidato também falou sobre uma possível divulgação do gabarito através das redes sociais. "Essas provas já foram feitas em outras escolas e já tem o gabarito até no facebook. Como é que eu vou fazer uma prova que as respostas podem ter sido passadas de uma pessoa para outra?", questionou Diego. 

Outros três locais também registaram problemas da mesma natureza. Em uma universidade localizada no bairro Dionisio Torres, diversos alunos ficaram sem poder fazer a prova devido uma alteração nos horário de realização. Segundo informações dos próprios participantes, o teste estava agendado para começar às 16h deste domingo (22), no entanto foi adiantado para às 11h em locais diferentes, sem que ninguém tenha sido informado. 

A assistente social Tarciana de Araújo foi prejudicada com essas mudanças repentinas. "Já estava tudo certo para fazer a prova às 16h, mas no sábado (22) mudaram a prova para outro local sem eu saber. Me sinto prejudicada por não conseguir fazer a prova", falou Taciana, que estava concorrendo ao cargo de técnico de assuntos educacionais do instituto.

Candidatos ficam sem fazer a prova

Em outro local de aplicação da prova, Colégio Justiniano de Serpa, no Centro, alguns candidatos não fizeram o exame porque ela não foi entregue.  "As provas chegaram no colégio por volta das 17h45. E só 18h conseguiram distribuir para algumas salas. Na sala 10, o ela não foi entregue", comentou o candidato Hernandes do Carmo, que ficou sem fazer o teste. Os fiscais chegaram a escrever na ata de aplicação da prova a informação de que o teste não foi realizado na sala 10 porque não foi entregue.
 
O IFCE emitiu nota, na noite deste domingo (22), para esclarecer os problemas enfrentados pelos candidatos. 

Candidatos ficam indignados com desorganização de concurso

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.