Acordo

Campi da UFC em Fortaleza receberão reforço na segurança

Além do patrulhamento intensificado nos demais territórios, o Pici receberá uma Unidade de Segurança Integrada (Uniseg)

20:19 · 12.03.2018 / atualizado às 20:22
UFC
Campus do Benfica, que fica próximo à chacina da última sexta-feira, terá maior patrulhamento. ( FOTO: Jr. Panela/UFC )
O campus do Pici da Universidade Federal do Ceará (UFC) receberá uma Unidade de Segurança Integrada (Uniseg) e ainda ações de intensificação de patrulhamento nos campi do Benfica e do Porangabuçu. O acordo foi acertado com o Governo do Ceará e a Prefeitura de Fortaleza, na tarde desta segunda-feira (12).
 
De acordo com a UFC, o reitor Henry Campos, reuniu-se com o governador Camilo Santana; o prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio; o presidente da Câmara Municipal de Fortaleza, Salmito Filho; e o secretário de estado chefe de Gabinete do Governador, Élcio Batista, para tratar da segurança no território da Universidade.
 
A instalação da Uniseg tem previsão para maio deste ano. O equipamento faz parte do Pacto por um Ceará Pacífico e realiza projetos para a comunidade, indo além do reforço na segurança.
 

LEIA AINDA

 

> SSPDS confirma as 7 mortes ocorridas na chacina do Benfica e convoca coletiva de imprensa
> No Facebook, governador fala em resposta rápida para nova chacina; prefeito cancela viagem
> Vítimas de Chacina no Benfica são identificadas
> Vítimas da Chacina do Benfica são sepultadas na manhã deste domingo

 
Mais ações
 
O Governo do Estado e a Prefeitura também asseguraram apoio para ações de cultura e arte no Benfica. Um desses apoios será ao projeto Corredor Cultural Benfica, coordenado pela UFC e que teve início no segundo semestre de 2017.
 
Também foram discutidos outros assuntos de cooperação entre UFC, Governo do Estado e Prefeitura Municipal de Fortaleza.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.