IMUNIZAÇÃO INFANTIL

Campanha Nacional de Vacinação contra Pólio e Sarampo começa nesta segunda (6)

A iniciativa visa fornecer uma dose oral da imunização para todas as crianças entre um e cinco anos incompletos, mesmo as que têm o esquema vacinal preenchido

11:20 · 05.08.2018 / atualizado às 13:50 · 08.08.2018
Surto de poliomielite
110 postos de saúde de Fortaleza estarão disponíveis para aplicação das vacinas ( Agência Brasil )

Elaborada com o objetivo de criar uma reação no sistema imunológico, estimulando a produção de anticorpos e tornando a pessoa imune às doenças, a vacina é considerada a forma mais fácil e barata de evitar patologias.

Pensando nisso, nesta segunda-feira (6), começa a Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite e o Sarampo, que se estenderá durante todo o mês de agosto, período em que é comemorado o 'Dia D', quando haverá uma mobilização em todo o País no que se refere à iniciativa, que visa fornecer uma dose oral da imunização para todas as crianças entre um e cinco anos incompletos, mesmo as que têm o esquema vacinal preenchido. 

No Ceará, a previsão é que pelo menos 95% das 509.183, ou, no mínimo, 483.724 meninos e meninas que estão na faixa etária entre 12 meses e quatro anos, 11 meses e 29 dias recebam a dosagem de forma homogênea. Em Fortaleza, a meta é, também, imunizar 95% do público-alvo, estimado em 138.317 mil crianças.

A ação tem o propósito de manter o estado de eliminação das doenças, para evitar a reintrodução do vírus do Sarampo, Poliomielite, bem como o da Rubéola, e tentar reduzir a manutenção ou formação de bolsões de não vacinados. Por isso, as salas de imunização dos 110 postos de saúde de Fortaleza estarão disponíveis para realizar a aplicação das vacinas, de segunda à sexta-feira, das 7h30 às 18h30, até o fim deste mês.

Para a coordenadora de imunizações da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), Vanessa Soldatelli, a vacinação é fundamental para garantir a proteção das crianças. Ela ressalta que os pais ou responsáveis devem estar atentos ao calendário de vacinação dos pequenos. "Tanto na rotina, quanto nas campanhas, precisamos da participação ativa deles, pois, se a criança segue o esquema vacinal, fica protegida contra muitas doenças graves que ainda circulam no País e no mundo”, explica. 

No dia 18 deste mês (sábado), haverá uma mobilização nacional da campanha de vacinação, quando todos os postos de saúde da Capital estarão abertos para vacinação no horário das 8h30 às 16h30. 

Alerta

Nos últimos anos foram vivenciados surtos de Sarampo no País. Em 2015, foram registrados 211 casos da doença no Ceará e mais três outros, dois em São Paulo e um em Roraima, que estavam relacionados ao surto ocorrido no Estado.

De acordo com os últimos dados apresentados pelo Ministério da Saúde, atualmente, o Brasil enfrenta surtos de Sarampo em Roraima e no Amazonas, com registro de 314 casos confirmados até a semana epidemiológica 23. Os casos estão relacionados ao intenso movimento migratório da Venezuela, país que enfrenta surto da doença desde julho de 2017.

O último caso de Poliomielite no Brasil ocorreu em 1989 e desde 1990 não são registrados casos da doença, que é grave, sendo responsável por danos irreversíveis para milhares de crianças no mundo.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.