após bloqueio

Caminhão sai escoltado pela PRF de Centro de Distribuição

Neste sábado (26), um veículo foi do Porto do Mucuripe até o Aeroporto Pinto Martins, levando querosene para aeronaves

09:57 · 26.05.2018 / atualizado às 11:12
porto
Houve diálogo com os caminhoneiros, caçambeiros e motoristas de aplicativos, que bloquearam o Porto durante toda a última sexta-feira (25) ( Foto: VC Repórter )
porto
O porto tem capacidade para abastecer 24 caminhões por hora ( Foto: VC Repórter )

Caminhões com combustível estão começando a sair da base de tancagem do Porto do Mucuripe, centro de distribuição da Petrobras em Fortaleza (onde a Estatal guarda combustível antes de repassar aos postos de todo o Ceará), escoltados pela Polícia Rodoviária Federal (PRF). 

>>Combustível no Aeroporto está no fim da reserva

Na manhã deste sábado (26), um veículo foi do Porto até o Aeroporto Internacional Pinto Martins, levando querosene para aeronaves. A previsão é de que o trabalho continue pela tarde.

Segundo a PRF, houve diálogo com os caminhoneiros, caçambeiros e motoristas de aplicativos, que bloquearam a entrada e saída dos caminhões na base durante toda a última sexta-feira (25).

O porto tem capacidade para abastecer 24 caminhões por hora. O combustível já está acabando nos postos de abastecimento, com situação limite principalmente no interior do Estado do Ceará, como garantem alguns manifestantes.

A base de tancagem do Porto do Mucuripe é um ponto estratégico da paralisação, pois detém lugares de descanso e alimentação para muitos manifestantes.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.