nas redes sociais

Camilla Uckers expõe discussão com cirurgião plástico que a operou

A prótese que Camilla colocou no bumbum infeccionou, causando outros problemas de saúde

20:27 · 15.01.2018 / atualizado às 20:33 por Estadão Conteúdo
Camilla Uckers
Na entrevista, Danilo Dias também afirmou que orientou Camilla sobre como sentar, deitar e se levantar adequadamente, de modo a impedir qualquer tipo de problema após a cirurgia ( Foto: Instagram/reprodução )

Após ter infecção em decorrência de uma prótese no bumbum, Camilla Uckers usou seu Instagram nesta segunda-feira (15), para acusar seu cirurgião plástico de pedir para ocultar o seu real estado de saúde e esconder que o procedimento foi realizado através de permuta. A youtuber precisou apenas divulgar o profissional nas redes sociais para "pagar" pelas intervenções.

"A minha cirurgia foi permuta, não paguei nada pela cirurgia, só que o doutor pediu para que eu nunca falasse que foi de graça porque era antiético. Eu tenho um print dele falando para eu dizer que a prótese foi R$ 2,5 mil e R$ 20 mil a cirurgia", revelou Camilla. Ela postou print de conversa no WhatsApp que confirmaria sua versão.

Além disso, a youtuber ainda acusou o médico de pedir que ela não publicasse informações de que teria feito transfusão de sangue um dia após a cirurgia. "Ele sempre dizia para eu apagar as coisas. 'Não fala que você fez transfusão de sangue porque tão me difamando'. Se eu ocultei algo ou menti, foi porque o doutor pediu muito", desabafou.

Na quinta-feira (11), ela recorreu às redes sociais para contar que teve de retirar a prótese porque ela havia causado uma infecção que comprometeu seu nervo ciático. Camilla se locomove em cadeira de rodas desde então.

Em dezembro de 2017, Camilla fez rinoplastia, lipoaspiração e implante de prótese no bumbum, de uma só vez. 

O E+ procurou o cirurgião plástico responsável mas ainda não teve resposta.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.