Ação rápida

Banhistas são resgatados de afogamento na Barra do Ceará; vídeo mostra salvamento

Em menos de 10 minutos, três guarda-vidas realizaram o salvamento com a ajuda de pranchão e flutuadores

12:45 · 14.08.2018 / atualizado às 13:31
Vídeo mostra resgate de banhista na Barra do Ceará; veja
Nas imagens é possível ver o momento em que os guarda-vidas entram na água para alcançar os banhistas ( Foto: Reprodução )

Guarda-vidas da Inspetoria de Salvamento Aquático (ISA) da Guarda Municipal impediram o afogamento de três banhistas no rio Ceará, na Barra do Ceará, na manhã desta segunda-feira (13). Os homens, com idades entre 20 e 50 anos, tentavam atravessar o rio quando foram arrastados pela correnteza.

O salvamento se deu após a equipe da ISA identificar, a partir da torre de observação instalada no local, que os três homens estavam em situação de afogamento. Em menos de 10 minutos, três guarda-vidas entraram na água e realizaram o resgate com a ajuda de pranchão e flutuadores.

A ação foi registrada em vídeo por um quarto membro da equipe de salvamento. Nas imagens é possível ver o momento em que os guarda-vidas entram na água para alcançar os banhistas, o que ocorre em cerca de dois minutos. Segundo a ISA, o resgate rápido impediu piores consequências para os envolvidos. As identidades e o estado de saúde dos banhistas não foram divulgados.

Segundo o comandante da ISA, inspetor Antônio Vieira, a Barra do Ceará é uma das praias com maior número de ocorrências de afogamento registradas em Fortaleza. “Quase diariamente fazemos salvamento no local. Nos fins de semana, sempre acontecem ocorrências. Tanto que temos dois postos na Barra do Ceará, visando preservar a segurança dos banhistas”.

A Guarda Municipal mantém dois postos de observação com equipes de salva-vidas na Barra do Ceará. Os agentes permanecem no local todos os dias, de 8h às 17h. A ISA orienta que os cidadãos busquem informação com os guarda-vidas antes de entrar na água, para saberem quais áreas são mais seguras para banho.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.