MOBILIDADE

Av. Washington Soares terá corredor expresso de ônibus

Prefeitura assina convênio de cooperação com o Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF) para estudo técnico sobre projeto

07:20 · 11.03.2015
Image-0-Artigo-1729376-1
A Prefeitura firmou convênio técnico com o Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF), que doará um montante de US$ 500 mil

A Avenida Washington Soares terá  um corredor expresso de ônibus, também conhecido como BRT (Bus Rapid Transit). Para isso, a Prefeitura de Fortaleza firmou convênio técnico com o Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF). A instituição financeira doará um montante de US$ 500 mil. O recurso custeará o projeto de estudo, que ainda não tem prazo definido para ser realizado.

De acordo com o prefeito Roberto Cláudio, a ação possibilitará investimento em uma área prioritária e crescente da cidade. “Este é um termo de cooperação novo. Na verdade, não é um empréstimo. É um recurso de doação, oferecido pela própria CAF no valor que se aproxima de R$ 1,5 milhão e servirá para o desenvolvimento de projetos e estudos para a implantação de um corredor exclusivo de ônibus na Av. Washington Soares".

O gestor municipal também confirmou para o fim de março a entrega do corredor exclusivo na Avenida Bezerra de Menezes.

A CAF é uma importante fonte de financiamento da Prefeitura de Fortaleza, tendo entre seus investimentos atuais a execução de obras de drenagem, pavimentação e urbanização em diversos bairros. Além disso, possui dois novos contratos que deverão ser executados já este ano, o Cidade com Futuro e o Programa de Valorização e Ampliação da Infraestrutura e Atividade Turística de Fortaleza (Provatur), que aportarão investimentos em ações de recuperação do centro da cidade,  área hoteleira, reforma da Av. Beira Mar e  estímulo a segurança social e microcrédito, entre outras.

Comentários


Li e aceito os termos de regulamento para moderação de comentários do site.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.