manifestações

Atos contra a prisão de Lula são registrados no CE

Pelo menos 17 cidades do Estado realizaram manifestações, incluindo Fortaleza, onde manifestantes se concentraram na Praça da Gentilândia e na Av. da Universidade

A Avenida da Universidade, no Bairro Benfica, foi bloqueada por manifestantes na manhã desta sexta-feira (6) ( Foto: Romário D'ângelo / JPT-CE / Divulgação )
12:57 · 06.04.2018 / atualizado às 16:57

A sexta-feira (6) está sendo marcada por protestos contrários e favoráveis à prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), determinada pelo juiz Sergio Moro.

O PT do Ceará fez vigília até a madrugada desta sexta-feira, 6, na sede do partido, em Fortaleza. As manifestações continuaram em 17 cidades cearenses ao longo do dia: Caucaia, Crato, Juazeiro do Norte, Barbalha, Boa Viagem, Crateús, Maranguape, Maracanaú, Madalena, Iguatu, Nova Russas, Tamboril, Ipaporanga, Morrinhos, Sobral, Redenção e Fortaleza.
 
O ato em Fortaleza foi na Praça da Gentilândia, onde os petistas defenderam a liberdade de Lula. Teve ainda manifestação de estudantes universitários que fecharam o cruzamento das avenidas da Universidade e 13 de Maio. A via foi bloqueada por manifestantes. Uma fila de cadeiras atravessava a pista em frente ao Centro de Humanidades da Universidade Federal do Ceará, enquanto os manifestantes gritavam palavras de ordem em defesa do ex-presidente. O trânsito no local ficou complicado devido à interdição da via, os veículos tiveram que realizar desvio pela Av. 13 de maio. O protesto se dispersou por volta do meio dia.

Em Boa Viagem, dezenas de pessoas fecharam o trecho da BR-020.

Em Redenção, os manifestantes atearam fogo a pneus colocados na pista. O trânsito local ficou limitado em ambos sentidos da via.

   Atos contra a prisão de Lula são registrados no CE  

Foto: VC Réporter

Lula

O ex-presidente está desde ontem (5) na sede do Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo do Campo (SP) acompanhado da família e da militância. Lula já decidiu que não irá a Curitiba por conta própria. O petista não sabe, no entanto, se aguardará os agentes cumprirem o mandado ou se irá ao encontro deles na PF, em São Paulo.

A Polícia Federal de Curitiba (PR) afirmou que, se o ex-presidente não se apresentar até o horário estabelecido por Moro, o mandado será considerado em aberto e a prisão poderá ser cumprida a qualquer momento. Neste caso, não existiria impedimento para a detenção ocorrer no período noturno, como há em ordens de prisão preventiva em operações, desde que Lula não esteja em sua residência.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.