Manifestação

Ato por eleições diretas reúne público no Parque do Cocó

A organização do ato, que contou com apresentação de mais de 50 artistas, também discursou contra as reformas sociais e trabalhistas.

22:09 · 16.07.2017
Um ato pedindo eleições diretas para presidente reuniu artistas, militantes,  sociedade civil, entre outras classes, neste domingo (16), no Anfiteatro do Parque do Cocó. Além das Diretas Já, a manifestação também defendia a deposição do atual presidente da república, Michel Temer, e absolvição do ex-presidente Lula, condenado na última semana na operação Lava Jato. A organização do ato, que contou com apresentação de mais de 50 artistas,  também discursou contra as reformas sociais e trabalhistas, sancionada pelo presidente Michel  Temer, na última quinta-feira (13).  
 
Márcio Caetano, um dos organizador do evento, explica que o ato é construído por produtores e artistas e conta com o apoio de movimentos sociais e políticos. “Construímos as pautas do evento livremente, sem pressão partidária. Vários movimentos fazem parte da execução do ato,  Frente Brasil Popular, União Nacional dos Estudantes (UNE), Central Única dos Trabalhadores (CUT), Levante Popular, Movimento Sem Terra (MST), entre outros”,  destaca. 
 
A produtora cultural, Georgette Caminha, destaca que a ação coletiva tem como objetivo usar da cultura e arte em prol da defesa dos direitos dos cidadãos. “A maior bandeira do ato é o retorno das Diretas Já. Ano passado os protestos tiveram muita força e depois acabaram enfraquecendo. Está na hora de voltarmos com mais força”. 
 
Já a estudante Andressa Garcia, ressalta a legitimidade do evento.  “É um movimento pra mostrar nossas causas. É importante que a sociedade se imponha sobre sobre essas coisas, que estão acontecendo”, finaliza.  
 
Novos atos
 
Segundo a organização, este é o primeiro de uma série de eventos que será realizado na capital cearense. O próximo está marcado para esta quinta-feira (20), com concentração na Praça da Bandeira e segue em caminhada até a Praça do Ferreira, a partir das 16h. O ato também terá uma programação artística e cultural. 
 

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.