Reinvidicação

Ato do dia do trabalhador reúne frentes sindicais no Ginásio da Parangaba

Entre as principais reivindicações de quem participa do ato está a revogação das medidas do governo federal

Do ginásio, as pessoas seguem em caminhada até a Avenida Silas Munguba ( Foto: Renato Bezerra )
15:57 · 01.05.2018 / atualizado às 17:54

As principais frentes sindicais do Ceará se reuniram, nesta terça-feira, dia 1º de maio, em um ato unificado pelos direitos do trabalhador. Entre as principais reivindicações das pessoas que participam do movimento está a revogação das medidas do governo federal, como a reforma trabalhista.

O ato acontece no Ginásio Poliesportivo da Parangaba. De lá, as pessoas seguem em uma caminhada até a Avenida Silas Munguba.

De acordo com Will Pereira, presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT) Ceará, duas mil pessoas participam da caminhada.

"Hoje é o primeiro dia de maio de 2018 depois da reforma trabalhista, uma reforma que tira os direitos da classe trabalhadora, que precariza os direitos da classe trabalhadora e isso nós não podemos aceitar. As ruas do País estão sendo tomadas em um processo de denúncia. Hoje nós temos 14 milhões de desempregados, além de o salário mínimo ter caído muito no mercado", disse ainda Will.

Os trabalhadores também estão lutando pela defesa da Soberania Nacional e pela liberdade do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.