LINHA SUL

Após pane, passageiros do metrô de Fortaleza vão andando até estação

Segundo Metrofor, problema ocorreu devido problemas elétricos, mas motivos ainda estão sendo apurados

14:57 · 09.06.2018 / atualizado às 15:01
pane
Passageiros ficaram no escuro, após a pane

Passageiros que percorriam um trecho da Linha Sul do Metrô de Fortaleza (Metrofor) foram surpreendidos por uma pane, na noite desta sexta-feira (8).

No momento do incidente - por volta das 20h20 - as luzes do metrô e o ar-condicionado foram desligados. Ainda assim, o veículo se manteve em movimento por um breve tempo, relatou ao Diário do Nordeste o estudante Erick Caleb, 20 anos. O jovem era um entre os "vários" ocupantes dos dois vagões. 

"O metrô deu pane assim que saímos da estação Rachel de Queiroz, no sentido Centro-Maracanaú. Daí ele parou no meio do breu, entre as estações Rachel de Queiroz e Virgílio Távora". 

Após a parada, afirma Caleb, todos os passageiros ficaram presos por cerca de meia hora no metrô, sem saber como proceder diante do problema. "Ficamos esperando notícia do que seria feito para a gente ser levado aos nossos destinos finais, até que nos informaram que tínhamos que ir andando pelos trilhos até a próxima estação". 

Em fila indiana, os passageiros teriam realizado uma caminhada de cerca de cinco minutos sobre os trilhos e, após chegarem à estação, não teriam recebido nenhum tipo de esclarecimento sobre o ocorrido. 

"Não falaram absolutamente nada. Nos deixaram na mão e eu, que estava a três estações de casa, tive que pegar um Uber", reclama o jovem. 

Metrofor

De acordo com a Companhia Cearense de Transportes Metropolitanos (Metrofor), a pane de fato ocorreu em virtude de um problema elétrico, que "desenergizou a subestação Raquel de Queiroz do Metrô de Fortaleza, nesta sexta-feira (8). Devido à falha na subestação, um trecho da Linha Sul (entre as estações Virgílio Távora e Raquel de Queiroz) ficou sem alimentação elétrica. O problema durou entre 20h21 e 21h51". 

A assessoria do órgão confirma que um trem, que não estava lotado fazendo o percurso, ficou sem operar. Entretanto, ressalta que não houve acidente e que os passageiros não foram submetidos a nenhuma situação de risco, tendo em vista que "foram guiados por seguranças, maquinistas e agentes de estação do Metrofor até a estação mais próxima (Virgílio Távora)".

Ainda segundo a Companhia, "todos os funcionários são treinados para dar assistência e orientação nestas situações. Ocorrências dessa natureza não são frequentes e a Cia Cearense de Transportes Metropolitanos está apurando os motivos que levaram ao problema elétrico".

Pane elétrica

Em janeiro, a Linha Sul do Metrô havia registrado o mesmo problema: uma pane elétrica na subestação de energia, no bairro Benfica. O problema provocou a desernegização em uma catenária da linha, interrompendo a operação por aproxidamente 30 minutos. 

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.