Projeto da Prefeitura

Alunos da rede municipal com desempenho acima da média terão aulas em tempo integral

A iniciativa deverá preparar melhor os jovens com rendimento diferenciado para o Ensino Médio

20:41 · 23.04.2018 / atualizado às 20:44
Roberto Cláudio
O projeto foi lançado nesta segunda-feira (23) pelo prefeito Roberto Cláudio ( Foto: Kaio Machado/ Prefeitura de Fortaleza )

Com o objetivo de proporcionar um maior tempo de estudo e oportunidade de aprendizagem para jovens com rendimento acima da média, o Projeto Integração – Turmas Avançadas foi lançado, nesta segunda-feira (23), pela Prefeitura de Fortaleza. 

A ação abrangerá quatro escolas da rede municipal situadas na área da Secretaria Regional II: Torres de Melo, Godofredo de Castro, Maria Felício Lopes e Dom Aloísio Lorscheider. Foram selecionados, ao todo, 160 alunos do sexto ao nono ano do Ensino Fundamental que cumprem os critérios de desempenho nas avaliações de rede.  

"As escolas particulares têm feito isso com muito sucesso em Fortaleza, pré-selecionando estudantes que têm tido uma performance acima da média e dando a eles um tratamento mais diferenciado para aumentar as possibilidades de eles chegarem no Ensino Médio mais fortalecidos, com mais conhecimento e, com isso, mais chances de passarem eventualmente no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Estamos replicando uma experiência de sucesso", explica o prefeito Roberto Cláudio. 

Os alunos que participarem do projeto terão as atividades regulares pela manhã nas escolas onde estão matriculados e, à tarde, aulas de Português e Redação, Matemática, Física, Química e Biologia. A logística inclui, ainda, alimentação, fardamento, transporte, material pedagógico e professores especialistas. 

Orçamento 

O investimento deverá totalizar R$ 600 mil, de acordo com a secretária municipal da Educação, Dalila Saldanha. "O propósito é que esses meninos que hoje estão começando o sexto ano participem do Turmas Avançadas até o terceiro ano do Ensino Médio, que é o projeto que Prefeitura já mantém com o Governo do Estado. Esses jovens ficarão com a gente por 7 anos para ter, de fato, uma oportunidade diferenciada", revela. 

A iniciativa é uma parceria entre Secretaria Municipal da Educação (SME) e Coordenadoria Especial de Políticas Públicas de Juventude

"Dando certo, a ideia é ampliar. No futuro, quem sabe, a gente imagina um programa desses em cada Secretaria Regional, selecionando os melhores alunos de cada uma. Primeiro, precisamos interagir com pais e alunos para saber se a resposta deles é satisfatória, para transformar isso em uma política de maior escala", conclui o prefeito. 

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.