PREPARATÓRIO

2º fascículo do Diário do Nordeste no Enem é publicado amanhã (15)

Os estudantes poderão ter acesso à resolução das questões no hotsite do jornal

21:06 · 14.08.2018 / atualizado às 21:07
ENEM
17 cadernos, quatro para cada área específica e uma de revisão do conteúdo geral, constituem a série ( Divulgação )

Uns classificam como a prova que pode definir o futuro da sua vida, já outros não concordam com a versão. De uma maneira ou de outra, quem almeja ingressar no universo acadêmico precisa se preparar e intensificar os estudos durante todo o ano que prestar vestibular.

O segundo semestre do ano já iniciou e vendo a necessidade de preparar os estudantes para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), o Diário do Nordeste publica, na edição de amanhã (15), o segundo fascículo da série Diário do Nordeste no Enem. O material tem conteúdo elaborado pelo Colégio Ari de Sá Cavalcante e está sendo publicado todas as segundas e quartas-feiras, até o dia 8 de outubro

Constituída em 17 cadernos - quatro para cada área específica e uma de revisão do conteúdo geral -, a série aborda as cinco áreas do conhecimento: Redação; Linguagens, Códigos e suas Tecnologias; Ciências Humanas e suas Tecnologias; Ciências da Natureza e suas Tecnologias e Matemática e suas Tecnologias, distribuídas em questões resolvidas e propostas, as quais o estudantes poderá encontrar as resoluções no hotsite do jornal

Áreas

De acordo com a matriz de referência para o Enem, a primeira competência visa compreender os elementos culturais que constituem as identidades. Nela, estão contidas cinco habilidades: interpretar historicamente e/ou geograficamente fontes documentais acerca de aspectos da cultura; e analisar a produção da memória pelas sociedades humanas.

A competência 1 ainda vai associar as manifestações culturais do presente aos seus processos históricos; comparar pontos de vista expressos em diferentes fontes sobre determinado aspecto da cultura; e identificar as manifestações ou representações da diversidade do patrimônio cultural e artístico em diferentes sociedades.

Já a segunda competência tem o objetivo de compreender as transformações dos espaços geográficos como produto das relações socioeconômicas e culturais de poder. Nela, estão contidas outras cinco habilidades: interpretar diferentes representações gráficas e cartográficas dos espaços geográficos; e identificar os significados histórico-geográficos das relações de poder entre as nações. 

O caderno ainda vai analisar a ação dos Estados nacionais no que se refere à dinâmica dos fluxos populacionais e no enfrentamento de problemas de ordem econômico-social; comparar o significado histórico-geográfico das organizações políticas e socioeconômicas em escala local, regional ou mundial; e reconhecer a dinâmica da organização dos movimentos sociais e a importância da participação da coletividade na transformação da realidade histórico-geográfica.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.