Jeitos de comemorar

Música erudita e bike no Dia das Mães

Ontem, teve mãe ouvindo música clássica, no Parque do Cocó, e aprendendo a pedalar, na Praça Luiza Távora

Muitas mães aproveitaram a data, dedicada a elas, em uma edição especial do projeto "Orquestras no Parque", no Cocó ( Foto: Reinaldo Jorge )
01:00 · 14.05.2018
Pela manhã, o projeto Bike Anjo proporcionou aulas de ciclismo para crianças e adultos, inclusive mães e filhos, na Praça Luiza Távora ( Foto: José Leomar )

Ao som da música clássica e sob o pôr do sol de Fortaleza, muitas mães aproveitaram a data, dedicada a elas, em uma edição especial do projeto "Orquestras no Parque", no Cocó. Semanalmente, a iniciativa promove apresentações de orquestras cearenses formadas por crianças e adolescentes, e, neste domingo (13), o espaço recebeu grupos musicais infanto-juvenis da Fundação Raimundo Fagner, que possui sede na Capital e em Orós. Para o Dia das Mães, as orquestras prepararam concertos com repertórios eruditos e populares, agradando a todos os públicos presentes.

Acompanhada dos dois filhos e de dois sobrinhos, a dona de casa Fátima de Souza finalizou as comemorações de Dia das Mães assistindo aos concertos no Parque do Cocó. Mesmo morando em Fortaleza, esta foi a primeira vez que ela e as crianças visitaram o espaço. "A gente sempre marca de vir, mas nunca dá certo. Aí minha filha viu que ia ter a apresentação e resolvemos conhecer. A primeira parte da comemoração foi com minha mãe. Fizemos um café da manhã, reunimos a família toda. Agora, vim finalizar com meus filhos aqui", afirmou.

O parque foi local de encontro de diferentes gerações de mães. A doceira Laura Barreto, ao lado das filhas Simone, artista visual, e Patrícia, professora, dividiram espaço com a sobrinha Nataly Batista, que levou a filha pequena. Para o grupo, a atividade foi a chance encontrada de reunir mães e filhas e ouvir música clássica, pouco disseminada na Capital. "Reunimos todo mundo mais cedo, para café da manhã e almoço. Como moramos na Cidade 2.000, costumamos vir para o Parque do Cocó quando tem alguma atividade", disse.

Comemorações

As celebrações de Dia das Mães começaram cedo em vários lugares da cidade. Pela manhã, o projeto Bike Anjo proporcionou aulas de ciclismo para crianças e adultos, inclusive mães e filhos, na Praça Luiza Távora, no bairro Aldeota.

Enquanto o esposo de Erika Takeuti preparava, em casa, o almoço especial para a data, ela acompanhava os primeiros passos do filho Erik em uma bicicleta. "Aos fins de semana, perdemos o medo, é mais tranquilo", revela a mãe. Erik já teve três aulas e, aos 12 anos, ainda está aprendendo a realizar as primeiras curvas na bicicleta.

O evento especial de hoje também levou mães e filhos a pedalarem juntos. Valéria Pinheiro ousou reaprender a andar de bicicleta aos 54 anos. "Eu tinha 9 quando andei pela primeira vez. Caí e ralei o joelho, aí o medo veio e eu deixei pra lá", remonta. A filha, Vladnize, que usa o transporte regularmente, a trouxe para o Byke Anjo e garantiu: "Só vamos sair quando ela cansar".

Já Olívia Fernandes pediu ao marido para ser levada ao Byke Anjo, como um presente de Dia das Mães. "Foi uma indicação de rede social. Vi e logo me interessei", conta. Após as aulas, o casal e a filha, Sofia, teriam um almoço em família em um local também novo. "São coisas que a gente não tem conhecimento, e é tão interessante, além de gratuito para população. Podemos usufruir em família, por exemplo. Sofia já pedala e então trouxemos a bicicleta dela", emenda.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.