obras de Curto prazo

Mudanças na Praia de Iracema devem ficar prontas neste ano

A aguardada aprovação do projeto de lei de incentivo fiscal para empreendedores gera expectativas no bairro

Pelo menos, seis empreendimentos, dos ramos de gastronomia, coworking e escritórios, mantêm interesse em se estabelecer na região, segundo informou o presidente do Instituto Iracema, Davi Gomes ( FOTO: HELENE SANTOS )
01:00 · 26.04.2018 por Renato Bezerra - Repórter

Quase quatro meses após o início das intervenções propostas pelo Conselho da Praia de Iracema para a requalificação da região, as mudanças, embora ainda tímidas, seguem o planejado pela gestão municipal. De acordo com Erick Vasconcelos, presidente da organização e secretário executivo de Turismo, o cronograma de curto prazo que prevê modificações para o bairro desde janeiro até dezembro deste ano está "85% resolvido".

Uma das mudanças imediatas, a reforma na Rua dos Tabajaras tem previsão de conclusão para o fim do mês de maio. Já a troca das pedras cariri do calçadão, que teve início em fevereiro, foi 60% concluída.

Pelo menos seis empreendimentos, dos ramos de gastronomia, coworking e escritórios, mantém interesse em se estabelecer na região, segundo informou o presidente do Instituto Iracema, Davi Gomes. A ocupação de cerca de 120 imóveis vazios por venda ou aluguel através de incentivos fiscais está entre as estratégias estabelecidas pelo Conselho da Praia de Iracema para atrair novos negócios no local.

A expectativa é que o projeto de lei para viabilizar os incentivos, de até 95% sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU), de até 65% do Imposto sobre Serviços (ISS) e de até 100% sobre o Imposto de Transmissão de Bens Imóveis (ITBI), seja encaminhado para votação na Câmara Municipal de Fortaleza o quanto antes. Enquanto isso, as negociações para essa ocupação, segundo Davi Gomes, estão em andamento, com a estimativa de que até julho deste ano os novos empreendimentos já estejam atuando na localidade. "Estamos negociando com os donos dos imóveis, para reduzir o período de carência aos que forem investir, para a diminuição do preço dos alugueis, é um processo que demora um tempo", acrescenta. Até o fim de maio, no entanto, o Aterrinho já recebe uma loja conceito, com foco no mercado de surfe e dotada de espaço para eventos.

Cultural

No aspecto cultural, o presidente do Instituto Iracema afirma que segue em fase de estudos o fechamento da Rua dos Tabajaras nas noites de sexta-feira, sábado e domingo, deixando o espaço livre para a circulação de pedestres; assim como uma faixa da Avenida Beira-Mar aos domingos, no trecho compreendido entre a Iracema Guardiã e a Rua dos Arariús. "Temos ainda o projeto Cores de Iracema, onde começaremos em maio a pintar a fachada de 54 casas na Praia de Iracema, numa parceria com o Sinduscon-CE".

Ainda conforme Davi Gomes, será lançado em maio, no Aterrinho, o projeto Estação Iracema, que trata-se de um ponto de apoio à banhistas com banheiros, chuveiros e armários. Até julho deste ano, dois postos de salva-vidas devem ser implantados no trecho entre a praia do Aterrinho e a Ponte Metálica.

O objetivo, segundo o secretário municipal de Turismo Régis Medeiros, é reabitar o bairro não apenas para a vida noturna, mas também durante o dia. "Nosso foco é voltar a ter a Praia de Iracema emblemática que tivemos no passado, que era um local altamente bem frequentado pelo público de Fortaleza e pelos turistas, e era um lugar maravilhoso", afirma.

Quanto à comunicação entre os moradores e o poder público, elemento essencial para a requalificação do bairro, nota-se uma grande evolução, de acordo com Erick Vasconcelos. Ele explica que um portal online de comunicação está em construção, para informar aos habitantes a respeito de quaisquer intervenções e eventos na área.

"A Praia de Iracema é considerada a praia de toda a cidade, porque todos os bairros descem para ela. Antes, quando não havia fiscalização nem ordenamento, quando eles saíam, geravam vários problemas como lixo, carros estacionados em saída de garagem, todo tipo de coisa. Nós estamos minimizando tudo isso com o diálogo. Agora, também queremos unificar a comunicação entre futuros empresários que querem investir no bairro e os donos de imóveis, junto com moradores", diz o presidente do Conselho da Praia de Iracema.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.