Messejana ganha rodoviária - Cidade - Diário do Nordeste

ANTIGA REIVINDICAÇÃO

Messejana ganha rodoviária

11.02.2010

Desde a tarde de ontem, está em funcionamento o Terminal Rodoviário de Ônibus Intermunicipais de Messejana. O equipamento foi inaugurado pela manhã e se destina aos usuários que se deslocam ao Interior cearense através das rodovias CE-040 (Litoral Leste) e BR-116 (Centro-Sul).

A previsão da direção do terminal rodoviário é de que sejam atendidas cerca de 18 mil passageiros por mês. A rodoviária é uma antiga reivindicação dos moradores da área.

Até ontem, os cerca de 228 mil moradores de bairros como Alagadiço Novo, Ancuri, Barroso, Cajazeiras, Cambeba, Coaçu, Curió, Lagoa Redonda e Messejana, dentre outros, que não queriam se deslocar até o Terminal Rodoviário Engenheiro João Thomé, no Bairro de Fátima, tinham como opção esperar os ônibus que fazem aquela trajeto na praça de Messejana, o ponto mais procurado na Capital cearense.

Com o novo equipamento, localizado ao lado do terminal urbano de Messejana, os usuários contam com toda a comodidade. No local existem cinco plataformas de embarque e desembarque de passageiros, sete guichês de atendimento, além de área de espera, posto do Departamento Estadual de Trânsito, sanitários e lanchonete.

As empresas São Benedito, Fretcar e Expresso Guanabara serão responsáveis pala operação de 43 linhas regulares. Enquanto que a Cooperativa de Transportes Alternativos (Cooptrafce) manterá 12 linhas para os municípios do Sertão Central, por meio de vans.

O novo terminal tem 951 metros quadrados de área construída e custou ao Governo do Estado R$ 1,8 milhão. O superintendente do Detran, João Pupo, ressaltou, após a solenidade de inauguração, que já existe uma negociação junto a várias prefeituras cearenses, inclusive a de Fortaleza, no sentido de integrar os terminais rodoviários de ônibus interurbanos (João Thomé, Messejana e Antônio Bezerra) aos das cidades.

"Essa é uma discussão que está começando, mas que tende a ser viabilizada logo. A integração além de ser vantajosa economicamente serviria para minimizar o problema de tráfego em Fortaleza, pois muitos ônibus interurbanos teriam seu trajeto encurtado", garante Pupo. No futuro, é pensamento do Detran, propor o mesmo mecanismo em relação ao Metrofor, que ainda não está operando.

Demanda

18 Mil passageiros devem passar, por mês, pelo Terminal Rodoviário de Messejana, que custou ao Governo do Estado R$ 1,8 milhão. A informação é do Departamento de Trânsito

FERNANDO MAIA
REPÓRTER

Comente essa matéria


Editora Verdes Mares Ltda.

Praça da Imprensa, S/N. Bairro: Dionísio Torres

Fone: (85) 3266.9999