entrevista

Liderança pública deve apontar onde o capital privado é aplicado

01:00 · 12.01.2018
Willy Müller
Willy Müller. Urbanista e coordenador do estudo para novas OUCs

Quais são os possíveis impactos sociais das OUCs?

São instrumentos que implicam em uma maior responsabilidade do setor privado nas políticas públicas. Esse é o grande interesse: que a liderança pública identifique as necessidades e aponte onde o fluxo de capital privado deve ser aplicado. É na aplicação que veremos resultados.

Alguma das seis Operações podem ser destacadas?

Cada uma tem uma identidade específica, não é uma tábula rasa. Existem áreas com maior necessidade da recuperação ambiental, há outras com muito mais dinâmica para o setor imobiliário. Talvez as OUCs de Iracema e Rachel de Queiroz sejam duas com potenciais de resultados mais imediatos, mas isso só vamos 'calendarizar' na prática.

Quais são as maiores necessidades sociais e de infraestrutura da cidade de Fortaleza?

Eu identificaria uma coisa contraditória: Fortaleza tem tudo de bom para ser ruim, e tudo de ruim para ser bom. Tem toda a complexidade de uma grande cidade, com porto, litoral, mar, mato, aeroporto, área metropolitana grande... E, assim, tem problemas de infraestrutura. O trabalho da sociedade é identificar qual o caminho correto para a Capital. Problemas há em todas as cidades do mundo; então nós buscamos as melhores soluções a curto, médio e longo prazo para a Fortaleza ser melhor para todos.

As OUCs podem ajudar na diminuição das desigualdades da cidade?

Isso vai depender dos projetos, que identificam os melhores espaços e áreas com capacidade para o desenvolvimento. Cada uma das áreas pertence a um corredor: e eles todos devem ser canais de mobilidade social, econômica, aumento da renda e geração de emprego. Mas isso são benefícios hipotéticos, agora é preciso trabalhar.

LEIA AINDA

> Capital terá 15 áreas requalificadas

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.