Escola Bike Anjos

Grupo ensina a andar de bicicleta com segurança

23:17 · 19.05.2013
Os encontros fixos acontecem todos os segundos domingos do mês, a partir das 8h, na Praça da Ceart

"A vida é como andar de bicicleta. Para ter equilíbrio é preciso se manter em movimento". A médica Joana Gurgel, 40, tem levado "ao pé da letra" a famosa frase de Albert Einstein. Comprou uma bike novinha e tenta aprender a se equilibrar em duas rodas. Para isso, conta com a ajuda da Escola Bike Anjo (EBA), iniciativa, sem fins lucrativos, que auxilia pessoas a usar a bicicleta pela primeira vez e dá dicas de como se locomover com segurança.

O objetivo dos "Bike Anjos" é auxiliar as pessoas que nunca andaram de bicicleta e, assim, incentivar o uso do meio de transporte Foto: Fabiane de Paula

O grupo se reuniu, ontem de manhã, na Praça da Ceart, na Av. Santos Dumont, e mantém encontros fixos todos os segundos domingos do mês, às 8h. A ação é do grupo Massa Crítica de Fortaleza, juntamente com a Associação Cearense de Ciclistas Urbanos e da Bike Anjos.

Joana foi uma das que participou do treinamento da EBA ontem. Era um sonho de criança realizado: em uma hora de treino, ela conseguiu se equilibrar, dar suas primeiras voltas e estampar um sorrisão no rosto. "A maioria aprende a andar de bicicleta ainda criança. Eu fiz diferente, agora adulta resolvi enfrentar isso", afirma a médica.

Ela agora já tem uma meta, tentar, nos próximos meses, largar a dependência do carro, deixar o automóvel na garagem, e ir trabalhar a pé. "Ainda não tenho data certa, estou treinando ainda, mas meu ´Bike Anjo´ vai comigo", diz.

O "anjo protetor" de Joana será o ciclista Mário Henrique Reginaldo. Prometem curtir a Cidade sobre duas rodas, ter mais qualidade de vida, se exercitar, ter um carro a menos na Capital. "Muita gente está demandando esse serviço de ensinar a pedalar. Cada novo ciclista torna o nosso movimento mais forte", afirma Mário Reginaldo.

Assim como Joana, várias outras pessoas saíram pedalando por aí, após aula do EBA, ontem. Lucas Landim, presidente da Associação Cearense de Ciclistas Urbanas, comenta a importância de se andar com segurança. "Infelizmente, motoristas não respeitam os ciclistas. Ficamos acuados, mas temos que ocupar as vias para nos fazermos presentes", conta. Ele dá algumas dicas: pedalar com roupas "chamativas", acoplar um apito, por exemplo, no capacete e sempre dar alarmes sonoros para ser percebido, usar retrovisores, estar de capacete e estar atento.

"Nós, ciclistas, temos que estar cada vez mais ligados, achar estratégias de sobrevivência nessa selva de carros. Eu, infelizmente, tenho percebido cada vez mais intolerância no trânsito de Fortaleza, falta de respeito e educação", avalia Lucas. Hoje, ele já consegue usar a bike como seu principal meio de locomoção, vai de casa ao trabalho, trajeto entre o São João do Tauapé até a Avenida Barão de Studart, são cerca de três quilômetros percorridos em sete minutos.

Proteção

Integrante do Massa Crítica, Daniel Nascimento, dá mais detalhes de como se proteger: obedecer as regras de trânsito é a primeira delas. O capacete, por exemplo, não seria obrigatório por lei, mas, segundo ele, é mais uma proteção, assim como a instalação de luzes na bike, manter a "magrela" ajustada e nunca andar na contramão dos demais veículos. "Sugiro também que a pessoa não pedale nos cantos da via, que ela ocupe as faixas, ande como um carro", finaliza Daniel.

Bike Anjos são ciclistas experientes e apaixonados pelo seu meio de transporte que ajudam pessoas que querem aprender a andar de bicicleta com mais segurança. Podem dar assistência em melhores trajetos para se fazer, acompanhar o ciclista iniciante em suas primeiras pedaladas e ensinar manutenção básica e medidas de segurança. E o melhor: o "serviço" é gratuito.

SAIBA MAIS

Dicas dos Bike Anjos

1. Usar o bom senso
2. Ser cordial e simpático
3. Ser bem visível
4. Olhar lá na frente e antecipar os acontecimentos
5. Sinalizar bem suas intenções
6. Usar equipamento bom
7. Ser o mais suave possível na condução da bicicleta
8. Preservar energia para o momento necessário
9. Pedalar à direita, em linha reta, a um metro dos obstáculos

IVNA GIRÃO
REPÓRTER

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.