Réveillon

Fortaleza recebe 2018 com muita festa e esperança

Além do Aterro da Praia de Iracema, diversos locais na Capital realizaram festas para o público privado

O Aterro da A Praia de Iracema concentrou uma multidão calculada pela Prefeitura em 1,3 milhão de pessoas para cantar, pular e vibrar com atrações como o cantor Wesley Safadão, Simone e Simaria, e Luan Santana. Mas o ponto alto das festividades foi a queima de fogos ( Foto: JL Rosa )
01:00 · 02.01.2018 por Letícia Lima/Levi de Freitas - Repórteres

Paz, saúde, amor, sucesso. Diante de tantos desejos, um em especial: que 2018 seja um ano melhor em todos os aspectos. Sob este pensamento, cerca de 1,3 milhão de pessoas, conforme números informados pela Prefeitura de Fortaleza, foram ao Aterro da Praia de Iracema para o réveillon 2018 da Capital cearense. Com a energia de nomes de peso da música nacional como Wesley Safadão, Xand e os Aviões do Forró, Simone e Simaria, Capital Inicial e Luan Santana, 2017 ficou no passado e o ano novo nasceu para o público que lotou as areias de boas energias e sentimentos.

A contagem regressiva ficou por conta do humorista Tirullipa. Em seguida, a esperada queima de fogos, que durou 17 minutos - um a menos que o anunciado pela organização. O encerramento da festa, já com o nascer do sol do primeiro dia do novo ano, ficou por conta da bateria do tradicional bloco carnavalesco Unidos da Cachorra, abrindo simbolicamente as festividades para o pré-Carnaval 2018.

Image-1-Artigo-2344203-1
A animação também tomou conta do Colosso Lake Lounge (Foto: Thiago Gadelha)

De acordo com o prefeito Roberto Claudio, o impacto do evento foi melhor do que o esperado, pelos números obtidos e pela satisfação dos presentes. "O Revéillon em si, pela capacidade que tem de ser a maior festa democrática da cidade, celebrando com artistas globais. Estou muito feliz, a gente tem aprendido e melhorado a cada ano, com estrutura boa de segurança, transporte, saúde, para que seja uma festa confortável, tranquila e boa para as famílias", disse.

Image-2-Artigo-2344203-1
O Marina Park Hotel, em comemoração aos seus 25 anos, ofereceu ao público uma megaestrutura ao ar livre e espaços alternativos com apresentação de música e dança (Foto: Thiago Gadelha)

Nas areias da praia, muitas famílias levaram ceias completas para admirar os fogos de artifício no mar e confraternizar, com o tradicional brinde de champanhe e distribuição de abraços. Dentre as que estiveram neste ano, chamou a atenção a que tem como matriarca Eliete Rebouças Colares, 70, a "Vovó do arrocha". Fã dos Aviões do Forró, ela levou filhos, genros, noras e netos para aproveitar a festa da passagem do ano pela primeira vez no Aterro.

A secretária Dete Colares, 50, filha de Eliete, elogiou a estrutura do evento. "Estamos aqui pela primeira vez e gostamos. Tem bastante segurança", disse.

A estudante de Direito Jessika Evana, 25,aproveitou para falar de desejos especiais para o ano que se inicia. "Quero passar na (prova de admissão) da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Mas ter saúde e paz é o principal", asseverou.

O consultor de vendas Valdemiro Lucas, 51, desejou um ano melhor para o País. "Que consigamos superar essa crise política e possamos eleger melhores representantes. Acredito no povo", afirmou.

Quem não quis ficar em casa nesse Réveillon opção foi o que não faltou em Fortaleza para brindar o chegada de 2018 em grande estilo. Isso porque, além do Aterro da Praia de Iracema, clubes e hotéis da Capital também não deixaram a desejar e reuniram grandes nomes da música local e nacional. Depois do forró, a música sertaneja foi a mais tocada em boa parte dos eventos particulares de fim de ano na cidade.

Image-4-Artigo-2344203-1
Show de Marcos Lessa animou o público no Réveillon do Ideal Clube

 

A cor branca, tradicional na virada do ano, foi a aposta de milhares de pessoas que escolheram o Marina Park Hotel como destino neste fim de 2017. Em comemoração aos seus 25 anos, o hotel ofereceu ao público uma mega estrutura ao ar livre e espaços alternativos com apresentação de música e dança. Mas a atração mais esperada da noite era mesmo o cantor Wesley Safadão, que foi direto da festa no Aterro para lá. Também subiram ao palco a dupla sertaneja Maiara & Maraisa, o cantor cearense Paulo José e o DJ Dennis.

Grupo de amigos

Pela terceira vez, a paulista, Juliana Nunes, 28, decidiu curtir o ano novo na Capital cearense. Neste ano, porém, ela trouxe um grupo de amigos para a festa no Marina e, ainda, a vontade de conhecer Wesley Safadão. "Melhor atração! Eu adoro Fortaleza, as pessoas são muito educadas, um ambiente muito lindo".

Image-3-Artigo-2344203-1
No Iate Clube, no Mucuripe, o axé da baiana Carla Cristina contagiou e fez o público começar o ano de 2018 levantando poeira na festa cujo tema foi "Velas do Mucuripe" (Foto: Thiago Gadelha)

Para 2018, a advogada, Cintia Portela, 32, que optou passar a virada numa festa "especial" como a do Marina, diz que o seu desejo é ver uma sociedade menos individualizada. "Quero prosperidade coletiva, acredito em eleições mais claras, que as pessoas tenham mais esperança e acredito que 2018 seja, literalmente, um ano mais plural".

A animação também tomou conta do Colosso Lake Lounge, no bairro Edson Queiroz. Com o tema inspirado em "Saint Tropez", o evento também aconteceu ao ar livre, já que o espaço é rodeado pela natureza. No palco principal, o público pôde conferir as duplas Simone e Simaria, Matheus e Kauan, o DJ Alok e o cantor Jonas Esticado. O empresário, Paulo Gondim, participou da festa. Segundo ele, o lugar lhe proporcionou paz. "Pessoas bonitas, astral bonito, tem uma paz como a entrada de 2018".

No outro lado da Capital, no Iate Clube, no bairro Mucuripe, o axé da baiana Carla Cristina contagiou e fez o público começar o ano de 2018 levantando poeira na festa que levava o tema "Velas do Mucuripe". Forró também não faltou e ficou por conta da banda cearense Noda de Caju. A estudante, Luinara Lopes, 24, veio de Belém passar o ano novo aqui. Ela gostou tanto, que já planeja voltar no ano que vem. "É muito falado o Reveillón de Fortaleza e, realmente, é muito bom". Durante o dia de ontem, foram coletadas cerca de 70 toneladas de lixo do Aterro da Praia de Iracema.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.