Fiéis em procissão fazem penitência - Cidade - Diário do Nordeste

Várzea Alegre

Fiéis em procissão fazem penitência

23.03.2013

Várzea Alegre. Penitentes participaram, no último sábado, da tradicional Procissão do Fogaréu, que abre os ritos de religiosidade popular da Semana Santa. As ruas ficaram ocupadas por moradores que acompanharam os homens e mulheres vestidos à caráter, conduzindo a cruz, tochas de fogo, chicotes e entoaram benditos.

A celebração, que abre os ritos da Semana Santa, passou por diferentes ruas do município com homens e mulheres vestidos à caráter FOTO: HONÓRIO BEZERRA


Neste ano, participaram grupos dos bairros Varjota, Jatobá, Novo Jordão, Riachinho e Riacho Verde, em Várzea Alegre, e penitentes dos Irmãos da Cruz, Santas Missões e Incelências, do município de Barbalha.

De acordo com a tradição, durante o percurso, os penitentes, com tochas acesas nas mãos, entoaram cânticos conhecidos por benditos, e, na capela da Betânia, realizam o ritual da autoflagelação (batem com chicotes com pontas de ferro nas próprias costas) e em seguida rezam um terço.

Os penitentes são uma tradição antiga, com origens que remontam à época medieval na Europa e foi introduzida na região por intermédio do padre cearense, Ibiapina. "O nosso apoio tem por objetivo assegurar a manutenção desses grupos, valorizar a cultura popular e contribuir para que esses ritos continuem passando de geração para geração", explicou o secretário de Cultura do município, Maurício Bezerra.

Tradição

O agricultor aposentado, Antonio Vieira, está à frente desses fiéis há mais de 50 anos. "É uma tradição que recebi do meu pai", declarou.

Ludgério da Paixão é o decurião, isto é, o líder da tradição de um dos grupos de penitentes de Barbalha. "Comecei ainda menino, por influência do meu pai e não faço nada por boniteza, mas por devoção", ressaltou.

Comente essa matéria


Editora Verdes Mares Ltda.

Praça da Imprensa, S/N. Bairro: Dionísio Torres

Fone: (85) 3266.9999