unifor

Feira de Profissões reúne mais de 12 mil estudantes

O poeta Bráulio Bessa é uma das principais atrações da Feira neste sábado (5), a partir das 10h30

O Campus da Universidade de Fortaleza (Unifor) volta a receber, neste sábado, estudantes que participam da 5ª Edição da Feira das Profissões ( Foto: Saulo Roberto )
01:00 · 05.05.2018

Milhares de dúvidas em jovens, cabeças percorrendo corredores cheias de curiosidade. A escolha da profissão é, para quem está terminando o Ensino Médio, a decisão que pode definir toda a trajetória de uma vida. Conhecer, então, as possibilidades oferecidas pelo espaço universitário é essencial para clarear os caminhos. Na 5ª edição da Feira das Profissões da Universidade de Fortaleza, mais de 12 mil estudantes puderam ter contato com os 34 cursos de formação superior oferecidos pela Instituição.

Com a presença de alunos tanto da Capital como do Interior, a programação do evento, nessa sexta (4) e sábado (5), inclui exposição em estandes, oficinas, palestras, rodas e conversa e até mesmo testes vocacionais para quem ainda não tem ideia a que profissão seguir. A coordenadora geral do evento, Michelle Galvão, conta que um dos principiais objetivos da feira é permitir que os estudantes expandam os horizontes educacionais. "A gente faz essa devolutiva também para que esses alunos se encontrem, e o propósito está sendo atingido. É muito comum o aluno ter dúvidas, e o Ensino Médio é muito orientado para o processo de vestibular e pouco para o processo de autoinvestigação".

Segundo Michelle, o evento tem crescido em importância para a escolha do curso superior, tanto para os recém-formados quanto para quem busca uma nova carreira. "A gente está muito feliz porque, a cada ano, superamos o número de inscritos, e o evento se consolida no calendário das escolas. A gente entende também que há uma demanda por esse tipo de orientação profissional. E uma coisa muito sutil que percebemos é que temos recebido muitas pessoas com ansiedade, porque a Feira de Profissões tem devolvido a elas a possibilidade de sonhar", comenta a coordenadora.

Oportunidade

A turma do 8ª série do Ensino Fundamental do Colégio Evandro Ayres, do Eusébio, aproveitou para visitar todos os estandes e áreas de conhecimento. Animados, estudantes de apenas 12 e 13 anos veem na feira uma oportunidade de conhecer a fundo as profissões que pretendem escolher num futuro que, para eles, está a poucos anos de se realizar. "Vimos aqui porque ainda estamos em dúvida, e aqui tem muita informação", comenta a estudante Ana Lara.

Para os terceiranistas, não é diferente. Embora com mais pressão pela proximidade do vestibular, as expectativas são grandes. "A gente está com muita esperança de conseguir ingressar na faculdade, mas não tem como não sentir aquele medo", contam, rindo, os estudantes Pedro Wanclison e Eveline Meneses, de 17 anos, da Escola Profissionalizante de Pacatuba.

Os dois cursam o 3º ano do Ensino Médio e contam que, na escola, a perspectiva de uma carreira já vem desde o início do curso. "Algumas faculdades que a gente quer são muito concorridas e, para conseguir ingressar nelas, tem que ter um certo nível", comenta Pedro.

Na programação, além de palestras, oficinas e visitas guiadas a laboratórios, os alunos assistiram aos shows e apresentações culturais no Campus. No encerramento da programação dessa sexta-feira, a banda The Dillas e a Camerata Unifor se apresentaram. O poeta Bráulio Bessa é uma das principais atrações da Feira palestrando sobre o tema "A poesia que transforma", no Teatro Celina Queiroz, neste sábado (5), a partir das 10h30.

Mais informações 

As inscrições para participar da feira são gratuitas e podem ser feitas no endereço eletrônico www.unifor.br. A programação segue ainda por toda a manhã deste sábado (5) no Campus da Unifor

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.