Infraestrutura

Duplicação da CE-025 deve começar neste mês

O principal objetivo é descomplicar o acesso e melhorar o tráfego na região, principalmente durante a alta estação

A rodovia apresenta trechos com asfalto sem nível regulado e buracos ( Foto: Natinho Rodrigues )
00:00 · 15.05.2018 por Nicolas Paulino - Repórter

A duplicação de um novo trecho de 7,1 km da rodovia estadual CE-025, que liga Fortaleza ao Porto das Dunas, em Aquiraz, deve ser iniciada até o fim do mês de maio, conforme expectativa do Departamento Estadual de Rodovias (DER). Após as intervenções, a estrada, também conhecida como Avenida Caminho do Sol, deve contar com equipamentos como canteiro central e ciclofaixa no trecho compreendido entre o entroncamento da Rótula de Acesso à Praia da Cofeco até o entroncamento do acesso à Avenida Aruanã. A ponte sobre o Rio Pacoti também está dentro do projeto de alargamento.

Para o Governo do Estado, a CE-025 é um importante acesso a praias da Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), como o Porto das Dunas, a Praia do Japão e a Prainha. Além disso, justifica que o programa estadual do sistema rodoviário é de "forte impacto nas atividades econômicas da região", pois busca disponibilizar uma malha viária segura e facilitadora do processo de integração de territórios.

O principal objetivo da intervenção é descomplicar o acesso e melhorar o tráfego na região, principalmente durante períodos de alta estação. Diariamente, a rodovia é percorrida por dezenas de ônibus de fretamento e turismo, além de moradores de Aquiraz e Eusébio, como constatado pela reportagem, nessa segunda-feira (14). Contudo, para os condutores, a qualidade da pavimentação tem deixado - e muito - a desejar.

Atualmente, a rodovia apresenta longos trechos com asfalto remendado sem nível regulado, além de buracos, depressões e ranhuras na pista. Em determinados pontos, areia e barro invadem a estrada, dificultando o tráfego de veículos. Os acostamentos praticamente inexistem em certas áreas, ou são evitados pela destruição do pavimento.

Riscos

"É um rally", pontua o motorista João Santana, 45, que trafega pelo menos duas vezes por semana na via, no ônibus de turismo que dirige. Para ele, o alargamento da rodovia pode diminuir tanto o risco de acidentes de trânsito quanto a ação de assaltantes, já que alguns criminosos, segundo o condutor, aproveitam a redução de velocidade dos carros ao evitarem os buracos.

Foi na CE-025, inclusive, que o cantor Waldonys foi assaltado no dia 14 de fevereiro deste ano, ao fim do Carnaval. O artista relatou que saiu de um condomínio em seu veículo particular, com dois filhos e dois amigos e, por volta de 12h30, vários carros foram parados por cinco criminosos numa ladeira da rodovia. A quadrilha roubou dele um relógio e um escapulário de ouro, além de celulares e relógios das outras pessoas.

As obras da CE-025 fazem parte da 2ª fase do Programa Viário de Integração e Logística Ceará IV e foram anunciadas em julho do ano passado, dentro do "Ceará de Ponta a Ponta", programa de logística e estradas do Ceará financiado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). A empresa vencedora da concorrência pública informou orçamento de quase 18,3 milhões de reais. O edital prevê 450 dias corridos para a execução da obra, contados a partir da data de recebimento da ordem de serviço.

Conforme publicado no Diário Oficial do Estado (DOE-CE), no último dia 11, o Governo também deve realizar algumas desapropriações de "imóveis com suas benfeitorias, acessões e outros acessórios" na região onde a duplicação será realizada. Conforme o Departamento Estadual de Rodovias, "as desapropriações, se ocorrerem, serão pontuais e executadas somente nos locais onde serão inseridos os retornos".

A desapropriação caberá à Procuradoria-Geral do Estado (PGE), por meio da Comissão Central de Desapropriações e Perícias da Procuradoria do Patrimônio e do Meio Ambiente (Propama), podendo ser realizada por via administrativa ou judicial. As despesas decorrentes do decreto ficarão por conta do Tesouro do Estado.

Maestro Lisboa

Parte da CE-025 já está duplicada desde o ano de 2012. O trecho, também conhecido como Avenida Maestro Lisboa, liga a CE-040 (Avenida Washington Soares) à rótula da Cofeco, passando pelos bairros Sapiranga e Lagoa Redonda. Nesse trecho, os motoristas dirigem em duas pistas de rolamento de 3,5 metros de largura cada, totalizando 7 metros de largura, acostamento e calha central.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.