Imprensa e Sustentabilidade

Diário ganha mais um prêmio

22:22 · 22.10.2011
( )
Os repórteres percorreram do Piauí ao Norte de Minas Gerais para mostrar a vida no semiárido brasileiro
Os repórteres percorreram do Piauí ao Norte de Minas Gerais para mostrar a vida no semiárido brasileiro ( )

Os cadernos especiais Retrato Sertanejo - Esperança e Convivência conquistaram a categoria Mídia Nacional Jornal

O Diário do Nordeste conquistou o Prêmio Jornalistas & Cia/ HSBC de Imprensa e Sustentabilidade 2011. Com os cadernos especiais Retrato Sertanejo - Esperança e Convivência, os jornalistas Fernando Maia, Iracema Sales, Maristela Crispim e Samira de Castro, da editoria de Reportagem, levaram a premiação na categoria Mídia Nacional Jornal. O troféu – feito com 60% de vidro reciclado e 40% de vidro novo pela artista plástica Elvira Schuartz – será entregue no dia 26 de outubro, às 19h30, na EcoHouse, em São Paulo.

Nesta série, que é composta por três cadernos especiais publicados em agosto deste ano, os repórteres percorreram o semiárido brasileiro, do Piauí ao Norte de Minas Gerais.

Foram 13.501 quilômetros de estrada, capazes de mostrar que não dá para pintar um retrato sertanejo único. As fotos são dos repórteres fotográficos Cid Barbosa, Eduardo Queiroz e Rodrigo Carvalho. O projeto gráfico e a diagramação são de Felipe Góes.

Temáticas

O primeiro caderno – Esperança – aborda como o combate à seca transmuta-se em convivência com as adversidades do semiárido, que se prepara para as mudanças climáticas, anunciadas por pesquisadores do mundo inteiro. A persistência do sertanejo mostra que é possível produzir, por mais que as condições digam que não.

No segundo caderno, os repórteres mostram que, ao estabelecer uma relação de convivência com as adversidades e tornar a terra produtiva, o sertanejo expressa a reação necessária para o enfrentamento das mudanças climáticas.

A caprinocultura mostra-se atividade economicamente viável e sustentável. “O sertão não é único, assim como seus habitantes, e essa diversidade se expressa também na relação com a terra”, avalia a editora de Reportagem, Maristela Crispim. O Diário do Nordeste teve dois trabalhos classificados para a final da premiação. Além de Retrato Sertanejo, concorreu com a reportagem Combustíveis limpos: Brasil investe em inovação, da jornalista Samira de Castro.

De acordo com a organização, ao todo, foram 692 trabalhos inscritos, divididos em 190 de jornal, 129 de revista, 25 de rádio, 107 de televisão, 100 de Internet, 76 de fotografia, sete de vídeo e 58 de criação gráfica, representando 23 Estados, além do Distrito Federal.

Estímulo

Em sua segunda edição, o prêmio Jornalistas &Cia/HSBC de Imprensa e Sustentabilidade é uma iniciativa que tem por objetivo estimular profissionais e órgãos de imprensa do Brasil a abraçar a causa da sustentabilidade e promover o debate sobre o tema com toda a sociedade.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.