segunda noite

DFB Festival encanta com cultura, moda e música

Além dos shows e desfiles, os visitantes do DFB puderam conferir expositores com foco em moda, arte e design

00:00 · 11.05.2018 / atualizado às 01:42
Image-0-Artigo-2398809-1
Entre os destaques da segunda noite, a sutileza do trabalho da estilista cearense Gisela Franck, prezando pelo uso de tecidos de fibras naturais ( Foto: JL Rosa )

O Terminal Marítimo de Passageiros de Fortaleza reuniu, ontem, diversos aficionados e admiradores da moda local e nacional no Dragão Fashion Brasil (DFB) Festival 2018. Entre os destaques da segunda noite do evento, a sutileza do trabalho da estilista cearense Gisela Franck, que trouxe em seu label um DNA minimalista, autoral e atemporal, prezando pelo uso de tecidos de fibras naturais e pelas práticas do consumo consciente.

A inspiração para o desfile deste ano de Gisela foi encontrada em São Paulo, numa visita a exposição Suble da Takeo Paper Show, na Japan House, toda feita com papel. Nas peças de sua coleção, tudo remete ao papel: dos tons brancos e off white até aos vincos, dobras, curvas, recortes e movimentos.

Artesão

Além dos shows, desfiles e whorshops, os visitantes do DFB Festival puderam conferir diversos expositores com foco em moda, arte e design, assim como espaços onde os talentos do Ceará ficam em evidência, como por exemplo os estandes do artesão Espedito Seleiro e da marca Catarina Miná. "Eu acho um diferencial mostrar parte da nossa cultura, o trabalho dos artesãos cearenses. Eu não conheço muito então é uma boa oportunidade reunir isso aqui", disse a guia de turismo Tuanny Costa, 27. Já a professora Maria Oliveira, 56, pela primeira vez no Festival, aprovou a grandeza do evento. "Eu vim por curiosidade, acompanhando a minha filha e embora não seja consumidora em potencial de moda eu gosto muito. Fiquei impressionada com a estrutura do evento", disse.


Beneficente

O Sistema Verdes Mares, por sua vez, promove durante o evento a Arara Solidária, ação beneficente que busca incentivar a doação de peças de roupas em bom estado para uma instituição de caridade. Além disso, o Design Experience, também realizado pelo SVM, oferece ao público um jogo de realidade virtual em que o participante pode desenhar uma peça de roupa em 3D, que será impressa em seguida.

A segunda noite de desfiles trouxe, ainda, as coleções de D-AURA e André Sampaio; Elo. Collab e Fábio Caracas; Weider Silvério; Rendá, por Camilla Arrais; além de Ástúcias, de Iury Costa, estilista cearense que busca traduzir seus ensaios estéticos a partir de abordagens informatizadas, usando tecidos de alta qualidade. Sua inspiração para o trabalho deste ano partiu do artista Sérvulo Esmeraldo, buscando traçar um paralelo entre o moderno e o regional.

Entre as atrações musicais da noite, a banda Duetos, Nayra Costa, Camila Marieta, Tome Batom Vermelho e a banda paulista As Bahias e a Cozinha Mineira, formada por vocalistas transgêneros. O DFB Festival 2018 continua hoje e no sábado (12), trazendo, além da moda, música, dança, gastronomia, empreendedorismo e formação.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.