Seminário

Comunicação e Justiça em debate

01:00 · 18.08.2018
1
O diretor do Foro da Justiça Federal, juiz Eduardo Vilar, deu detalhes sobre o evento ( FOTO: JOSÉ LEOMAR )

É indiscutível que o Judiciário é uma das fontes de notícias mais importantes e cada vez mais em evidência, principalmente na atualidade. Um dos exemplos é a operação Lava-Jato que envolve a investigação, processo, condenação e prisão de políticos, empreiteiros, operadores financeiros e servidores públicos. O assunto tomou a imprensa e as redes sociais.

Mesmo com os avanços, há uma questão a ser debatida: as relações entre a Imprensa e a Justiça precisam ser aprimoradas. E é com esse objetivo que a Justiça Federal no Ceará promove o 1º Seminário Comunicação e Justiça.

O evento voltado especialmente para os jornalistas, demais profissionais de Comunicação e estudantes de Comunicação Social, a partir do 5º semestre, será realizado nos dias 29 e 30 deste mês, a partir das 9 horas, no auditório do edifício sede da Justiça Federal, na Praça Murilo Borges, no Centro de Fortaleza. As inscrições são gratuitas e podem ser realizadas através dos telefones (85) 3221.2626 ou 2636 ou por e-mail: comunicacao@jfce.Jus.Br.

Para divulgar o Seminário, o diretor do Foro da Justiça Federal, juiz federal Eduardo Vilar, e o juiz federal Maximiliano Cavalcanti, fizeram uma visita institucional ao Sistema Verdes Mares (SVM). Na ocasião, adiantaram, que haverá o lançamento do Guia Prático do Judiciário Federal. "O seminário visa facilitar a compreensão dos termos jurídicos, entre outros pontos".

Segundo o magistrado, o Judiciário ainda é um desconhecido no meio social. Falta uma correta informação sobre seu funcionamento e ao que é de interesse social. Para que essa disseminação aconteça, é preciso que Judiciário e Imprensa mantenham uma interação constante e funcional, que propicie o conhecimento e a compreensão da forma e do ritmo de trabalho de cada segmento.

Na programação, o juiz federal Leonardo Resende Martins abordará o tema "A mudança do paradigma Comunicacional do juiz". Outro assunto em destaque é o que o juiz Danilo Fontenelle Sampaio falará: "Requisitos, tipos e hipóteses de prisão". O magistrado ressaltará as diferenças e os pressupostos da prisão. Outro assunto da pauta é "o Sistema de Justiça e a fundamentação das decisões", com o juiz federal Nagibe de Melo Jorge.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.