Coluna

Comunicado: O que vem por aí?

roberto-maciel

Comunicado

ROBERTO MACIEL - roberto.maciel@diariodonordeste.com.br • Coluna da editoria Cidade

01:00 · 02.01.2018

O que a política prepara para 2018? Sem bola de cristal nem cartomantes, dá para prever uma cena engessada - como já costuma acontecer em anos eleitorais, mas certamente com mais cautela por conta dos acirramentos que afloraram nos últimos anos - embora radicalizada em vários ângulos. Este ano, renovam-se governos federal e estaduais, assembleias legislativas, Câmara dos Deputados e 2/3 do Senado. Deve-se considerar que vai ser uma prova de fogo para partidos, candidatos e instituições públicas. E, no fim das contas, deve-se esperar e se esforça para que a democracia saia fortalecida e capaz de expurgar aventureiros e oportunistas.

Pelo menos até junho os lados políticos vão medir forças, testar pressões e resistências e tentar se acomodar para as disputas de outubro. A partir daí, o pensar e o agir políticos vão estar todos voltados para as eleições. Num mais autêntico estilo "salve-se quem puder".

445 voos

Extras estão agendados para o Aeroporto Internacional Pinto Martins, em Fortaleza, nesta alta estação turística. Estão programadas 227 chegadas e 418 partidas, com 20 operações internacionais.

12 cidades brasileiras

Destacam-se na emissão de passageiros para o Ceará: Belém, São Luís, Recife, Teresina, São Paulo, Rio, Vitória, Belo Horizonte, Cuiabá, Brasília, Porto Alegre e Curitiba. Do exterior, Buenos Aires, Porto e Lisboa.

"A apatia de tartaruga de nossa Justiça é o fermento e a vitamina da 'esculhambaria' geral que assola o País"

Deputado Fernando Hugo (PP)
Atribuindo ao Judiciário problemas estruturais e conjunturais que são, na verdade, de todos os poderes

Invasão

O marketing invasivo reincidente por telefone - aquela prática deletéria que algumas empresas cometem contra o consumidor com ligações insistentes fazendo propaganda de serviços ou produtos está no fio da navalha. O Senado está analisando propostas que dão, pelo menos em tese, ponto final nos ataques.

Na mira

São dois os projetos em análise no Senado. Em ambos prevê-se a criação de um cadastro de consumidores que, declaradamente, se recusam a receber esse tipo de assédio. Vale lembrar que há estados com leis específicas para conter os abusos. O Ceará não tem nada que proteja o consumidor disso.

Um olhar adiante

Se há nos horizontes de 2018 um embalo favorável a empreendedores, esse tem nome e sobrenome: Programa Especial de Regularização Tributária das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte optantes do Simples Nacional. A ideia é de que a renegociação ajude uma parcela importante da economia nacional a tirar o pé do atoleiro. O refis dos pequenos foi aprovado no Senado e passou pela articulação política do Ceará.

Últimos Artigos

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.