Coluna

Comunicado: o que vale é salvar vidas

roberto-maciel

Comunicado

ROBERTO MACIEL - roberto.maciel@diariodonordeste.com.br • Coluna da editoria Cidade

01:00 · 16.06.2018
A Prefeitura de Fortaleza está em busca de empresas que se habilitem a construir residencial do Programa Minha Casa, Minha Vida no Bairro Jangurussu. A área disponível soma mais de 13 mil metros quadrados. O financiamento vai ser da Caixa Econômica Federal

Tramita no Senado projeto estabelecendo que a doação de órgãos poderá ocorrer, em casos específicos, sem a necessidade de autorização de familiares do falecido. O texto diz que só será necessária a chancela familiar quando o potencial doador não tiver - em vida, claro - se manifestado expressamente a respeito. E em meio válido. A iniciativa é definida como meio de facilitar doações. A Comissão de Constituição e Justiça, da qual só participa um parlamentar cearense, José Pimentel (PT), aprovou a proposta.

26 de junho

É a data final para apresentação de propostas de empresas para obras de recuperação em barragens no Ceará, executadas pelo Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs).

5 barragens

São listadas pelo Dnocs: Ayres de Sousa, em Sobral; Realejo, em Crateús; Araras, em Varjota; Várzea da Volta, em Moraújo; e São Vicente, em Santana do Acaraú.

"O eleitor precisa fazer uma autocrítica e dar a parcela dele de contribuição. No momento em que vende o voto, acaba a relação com o candidato"

Deputado Wagner Sousa (Pros)
Assumindo uma antiga mania de políticos: atribuir aos eleitores a responsabilidade atos (e omissões) cometidos por políticos.

Fiscal dos fiscais

O vereador Acrísio Sena (PT) diz que vai acompanhar com atenção as atividades da Agência de Fiscalização de Fortaleza (Agefis) no que diz respeito à hora fracionada nos estacionamentos. Autor da lei que determina o método de cálculo, ele avalia o controle como essencial para os direitos do consumidor.

Reflexos

As operações da Agefis envolvem 18 fiscais, em procedimentos que alcançarão cerca de 200 estacionamentos. Isso dá, em média, um fiscal por 10 estabelecimentos. Acrísio reconhece que a carga é pesada, mas explica que a lei não pode ficar parada. "Isso tem repercussão na economia", afirma.

O papel da Justiça

O Fórum Clóvis Beviláqua firmou acordo com a Procuradoria-Geral do Estado e com Procuradoria-Geral do Município de Fortaleza. Agora, os dois órgãos vão receber citações e intimações por meio eletrônico. Ou seja, nada mais de papel. Servidores das instituições vão ter treinamento do Fórum, com esclarecimentos de eventuais dúvidas.

Últimos Artigos

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.