coluna

Comunicado: Não está sendo fácil

roberto-maciel

Comunicado

ROBERTO MACIEL - roberto.maciel@diariodonordeste.com.br • Coluna da editoria Cidade

01:00 · 14.03.2018

Desde outubro de 2016 - um ano após inaugurar a Praça da Paz Dom Helder Câmara, na Praia do Futuro-, a Prefeitura de Fortaleza tenta encontrar quem ocupe os quiosques do local para vender lanches, sorvetes e pequenas refeições. Agora, está dispondo dois espaços de 25,5 metros quadrados, mediante remuneração mensal de R$ 577,00. O ponto é - pelo menos em tese - privilegiado por um fluxo permanente de turistas e o preço está abaixo dos aluguéis praticados na cidade. Mas ninguém se aventura. A insegurança não deixa.

Image-1-Artigo-2371792-1

Quem assumir as responsabilidades pelos quiosques vai precisar comprovar pelo menos um ano de experiência no ramo. E vai ter de abrir de domingo a domingo, no mínimo das 10 às 16 horas, sem pode vender bebidas alcoólicas. Ainda terá de disponibilizar serviços de Internet sem fio.

100

Milhões de reais

São o valor previsto em edital do Programa Plantão Saúde Cirurgia, do Governo do Estado. As instituições devem apresentar à Secretaria da Saúde a documentação exigida para os processos.

12,46

Mil

Cirurgias eletivas de alta e média complexidade, no prazo de 12 meses, são a meta do Programa Plantão Saúde Cirurgia. Na primeira etapa, serão destinados R$ 55,5 milhões para 8.656 procedimentos.

"'Mil' policiais nas ruas não vão conter a violência. O Código Penal é que precisa ser revisto, pois até parece que existe para proteger grandes bandidos, e não os cidadãos"

Deputada Miriam Sobreira (PDT) dando um chega pra lá em retóricas fáceis que tentam confundir noções de segurança com militarização das polícias.

Quadruplicando

Há uma meta pra lá de ambiciosa na economia cearense: chegar à casa de 20 milhões de turistas recebidos por ano no Estado. E em curto espaço de tempo, observe-se. Essa expectativa vem sendo destacada pelo governador Camilo Santana (PT) em conversas particulares e mesmo em evento públicos.

No automático

O otimismo de Camilo é à-toa. Ele avalia que 43 novas frequências de voos nacionais e internacionais definidas para o Ceará este ano farão a cena turística decolar. Um investimento em especial pode apoiar qualificação de mão-de-obra. É o de R$ 5 milhões, feito em centros de idiomas.

Para ver e ouvir

Image-2-Artigo-2371792-1

Leva a assinatura do vereador Eron Moreira (PP) matéria que cria em Fortaleza programa de diagnóstico, acompanhamento e tratamento de alunos com distúrbios de aprendizagem e déficits visuais e auditivos nas escolas municipais. É só projeto de indicação - ou seja, depende do Executivo para virar realidade -, mas tem seu valor.

Últimos Artigos

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.