coluna

Comunicado: Munido de argumentos

roberto-maciel

Comunicado

ROBERTO MACIEL - roberto.maciel@diariodonordeste.com.br • Coluna da editoria Cidade

01:00 · 03.01.2018

O vereador Acrísio Sena (PT) estabeleceu para o mandato que cumpre na Câmara de Fortaleza um posicionamento contra a liberação de armas de fogo. É uma postura firme. E oposta à tese de alguns discursos fáceis, apresentada como se fosse a solução para a violência endêmica do País. E, para quem põe o Brasil em inferioridade comparando-o com países desenvolvidos, Acrísio tem uma referência: o Japão. "Foi o primeiro País do mundo a criar leis sobre armas", diz.

Os outros

Uma das bases do esforço do vereador contra a liberação das armas de fogo é a recente decisão da Prefeitura de Fortaleza de armar parte da Guarda Municipal - decisão influenciada pelo vice-prefeito, Moroni Torgan (DEM), que agradou mais à oposição, como o vereador Noélio Oliveira e o deputado Wagner Sousa, ambos do PR e articuladores de uma retórica militarista, do que aos apoiadores do prefeito.

Qualificação

"Não é a arma que resolve o problema da violência. Na verdade, é a arma que cria esse problema", afirma Acrísio Sena, acrescentando: "o que contribui com soluções é a qualificação do trabalhador da área de segurança, com treinamentos e capacitações específicas voltadas para a prevenção, dentro da lei e valorizando os direitos humanos". O parlamentar diz que este ano quer ampliar discussões do tema.

"A Guarda Municipal tem função única de proteger o patrimônio público, e não de substituir atribuições das polícias militar ou civil"

Vereador Acrísio Sena

1,85

Milhão

De viagens foram realizadas pelo sistema Bicicletar entre 2014 e 2017, segundo a Prefeitura de Fortaleza. Foram, em média, 2,6 mil viagens em cada dia útil e 2,1 mil viagens nos fins de semana e feriados.

80

Estações

São mantidas pelo sistema Bicicletar, que utiliza bicicletas compartilhadas e é acessado pelos usuários por meio de aplicativos para telefones móveis. O serviço é público, mas operado por empresa privada.

Outro tipo de pedaladas

Image-1-Artigo-2341718-1

Sobre nota no dia 21, a Associação Cearense de Bicicross envia à Coluna relatório para provar que, diferentemente do que se publicou não está sem realizar eventos desde 2011. Diz a entidade, que pode ser beneficiada com a posse de terreno público no Pici, que tem ação social por meio de uma escolinha que insere jovens no esporte e os afasta das drogas.

Taxas com pé no freio

O aumento das taxas cobradas por condomínios entrou na pauta da política. Tramita na Câmara Federal projeto que impede que o índice ultrapasse a média de aumentos sobre tarifas públicas (água, energia) e de folha de pessoal, incluídos encargos trabalhistas e previdenciários. As comissões de Desenvolvimento Urbano e de Constituição e Justiça e de Cidadania. Só há cearenses no segundo colegiado: os deputados Genecias Noronha (SD), Domingos Neto (PSD) e Vicente Arruda (PDT), como titulares; e Moses Rodrigues (PMDB) e Flávio Sabino e Gorete Pereira (PR) como suplentes.

Últimos Artigos

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.