coluna

Comunicado: Impopularidade é fichinha

roberto-maciel

Comunicado

ROBERTO MACIEL - roberto.maciel@diariodonordeste.com.br • Coluna da editoria Cidade

01:00 · 03.10.2017

Muita gente tem se espantado com os baixos índices de popularidade do presidente Michel Temer (PMDB) - são os menores apurados na história para quem ocupa o cargo. Mas isso tem impacto nas decisões dele? Não. É simples: as circunstâncias como chegou ao poder, os apoios políticos que arregimenta e as acusações que o encurralam não autorizam Temer a sonhar com aceitação que se preze. Para quem observa a política, é preciso, então, avaliar os impactos que os minguados números poderão ter nas eleições de 2018. E aguardar para ver se alguém se habilita a pedir votos tendo Michel Temer como líder ou como referência.

E a rejeição a Temer já começa a refletir na política do Ceará. O PMDB local já não faz mais o menor esforço para fingir que não quer mudar de lugar. A postura oposicionista que tinha na Assembleia ficou mixuruca, raquítica.

3

Unidades

Para Acolhimento de Adultos são mantidas pela Prefeitura de Fortaleza por intermédio da Coordenadoria Especial de Políticas sobre Drogas. A mais recente será inaugurada hoje, no Bairro Dias Macedo.

14

Centros de Atenção

Psicossocial funcionam em Fortaleza, seguindo inclusive critérios do programa "Crack, é possível vencer", do Governo Federal. Há, ainda, três residências terapêuticas e 37 leitos de assistência psicossocial.

"É preciso que a gente compreenda que a seca não é só por falta de chuvas, mas também por falta de políticas públicas"

Deputado Moisés Braz (PT) e, criticando o Governo Federal, dispara: "Quem tira 94% das verbas das políticas de convivência com a seca não tem um mínimo de respeito de quem habita o semiárido brasileiro".

Mérito

O Festival Noia, que abre nesta terça-feira a 16ª edição com a exibição do filme Homens com Cheiro de Flor, na Caixa Cultural Fortaleza (Avenida Pessoa Anta, 287 - Praia de Iracema, 19h), fará homenagem especial ao cineasta cearense Joe Pimentel, diretor do filme. Joe é nome referencial do audiovisual cearense.

Ponta a ponta

Diretor de filmes e vídeos, Joe Pimentel já viveu experiências em todas as etapas de produção de cinema. Pode-se dizer isso literalmente. É que ele também é professor no curso de Cinema da Casa Amarela Eusélio Oliveira da Universidade Federal do Ceará. Ou seja, atua até na formação de profissionais.

A boa política da arte

O Memorial Deputado Pontes Neto, da Assembleia Legislativa, inaugura hoje a exposição intitulada "Arte e Vida - Inclusão e Acessibilidade". O foco é bem intenso: contribuir para a ampliação da compreensão e do respeito da sociedade às diferenças. Mais até: fortalecer a aceitação dos próprios pais que tem filhos com necessidades especiais.

Últimos Artigos

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.