COLUNA

Comunicado: hora de apurar as contas

roberto-maciel

Comunicado

ROBERTO MACIEL - roberto.maciel@diariodonordeste.com.br • Coluna da editoria Cidade

01:00 · 10.07.2018

O Congresso Nacional vota amanhã o projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO). A sessão conjunta do Senado e da Câmara dos Deputados foi marcada pelo presidente da Casa, senador Eunício Oliveira (MDB), e será a última etapa de tramitação da proposta antes do envio para sanção presidencial. Há aí dois elementos importantes na política - que já se pauta por sentimentos pré-eleitorais. O primeiro é a capacidade de articulação do governo de Michel Temer, que vai ser posta a prova mais uma vez; o outro é o apetite dos parlamentares, em ano de urnas, diante de pautas polêmicas, complexas ou delicadas.

O texto a ser votado reúne itens capazes de colocar senadores e deputados, agora já fazendo movimentos prévios de olho no eleitor, em situação desconfortável. Entre esses pontos, vetos a reajustes salariais ao funcionalismo público e à criação de novos cargos.

11,3

Milhões de reais

São o custo previsto para o Plano de Acessibilidade Sustentável de Fortaleza, que visa a implantar em 24 meses um sistema que reduza o tempo de deslocamento da população e amplie a eficiência dos transportes coletivos.

23

Mil domicílios

Em São Gonçalo do Amarante, Caucaia, Maracanaú, Guaiuba, Pacatuba, Maranguape, Eusébio, Aquiraz, Itaitinga, Horizonte, Pacajus e Chorozinho, na área de abrangência de Fortaleza, terão demandas pesquisadas.

"Não há como fazer combate à criminalidade e realizar a proteção de juízes e desembargadores sem integração de inteligência entre todos os Estados"
Des. Teodoro Silva Santos  sobre um desafio operacional da Justiça: a segurança

Inclusão social...

Mestre em Psicologia da Educação pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, a professora universitária Yuska Natasha Bezerra Felício Garcia faz palestra amanhã no Tribunal de Justiça do Ceará. Ela vai falar sobre inclusão social, em atividade aberta a magistrados, servidores e o público em geral.

...E Justiça

Yuska desenvolve pesquisas sobre afetividade, aprendizagem e formação de professores. E vai expor em ação da Comissão de Acessibilidade e Inclusão do Tribunal de Justiça. A ideia é o cumprimento das metas do Plano de Acessibilidade de pessoas com deficiência aos prédios e serviços do Judiciário estadual.

Outra cor na cena política

Leva o jamegão da deputada Aderlânia Noronha (SD) projeto que pinta o calendário político do Ceará com mais uma cor: o amarelo-queimado. Ela quer instituir campanha pela conscientização, orientação, prevenção e combate ao abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes. É o que denominou de "Maio Laranja".

Últimos Artigos

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.