coluna

Comunicado: Entrançado de projetos

roberto-maciel

Comunicado

ROBERTO MACIEL - roberto.maciel@diariodonordeste.com.br • Coluna da editoria Cidade

01:00 · 09.04.2018

Leva a assinatura da vereadora Larissa Gaspar (PPL) projeto que determina a instalação de suportes para bicicletas em veículos de transporte coletivo em Fortaleza. Ela avalia que a medida pode ajudar a integrar modais e a otimizar percursos, com mais segurança aos ciclistas. Embora bacana, a ideia não tem nada de nova. Em 2014, o vereador Márcio Cruz (então no Pros, hoje no PSD) apresentou texto com o mesmíssimo objetivo. A Câmara e a Prefeitura não embarcaram nessa. A diferença é que a proposta de Márcio cabia num projeto de lei e a de Larissa está num de indicação.

Image-1-Artigo-2382930-1

As escolas públicas do Estado têm novo desafio pela frente. É o de conciliar ações educacionais com as de preservação ambiental. As que conseguirem vão poder ostentar o Selo Escola Sustentável. O prêmio será concedido pelas secretarias da Educação e do Meio Ambiente.

13

Municípios

Firmaram convênios com a Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social do Estado para implantação de unidades regionais de abrigo para crianças e adolescentes. O projeto é ter, no total, 51 prestando o serviço.

20

Pessoas

São a capacidade de atendimento de cada unidade. Os abrigos terão sede em Jaguaruana, cobrindo Fortim, Itaiçaba, Icapuí, Quixeré, São João do Jaguaribe e Tabuleiro do Norte; e Itaitinga, para Pindoretama, Chorozinho, Beberibe, Guaiúba e Pentecoste.

"A prerrogativa maior é da Câmara Federal. O Ceará é um estado que não produz arma nem droga"

Deputado Tomaz Holanda (PPS) atribuindo às instâncias parlamentares federais eventuais investigações sobre o tráfico de drogas.

Inclusão e sabão

A Prefeitura de Fortaleza quer empatar R$ 176,894 mil na obra de uma lavanderia comunitária no Bairro Monte Castelo. Diz a Secretaria Regional I, responsável pela obra, que trata-se de "equipamento público de inclusão social e produtiva com foco na geração de renda para as mulheres da comunidade".

Estrutura

O investimento planejado para a lavanderia corresponde ao de 35 casas populares construídas em mutirão. O Município diz que vai instalar "novas pias, banheiros, cobertura e piso", com capacidade de uso simultâneo por 10 lavadeiras. "Além de adequados sistemas elétrico e hidráulico".

O silêncio não é opção

Image-2-Artigo-2382930-1

Ou a vereadora Priscila Costa (foto) não é das mais atentas, como se observa, ou é das mais descomprometidas com causas sociais e de segurança. Note-se que desde 2016, ano em que pedia votos para arrumar vaga na Câmara de Fortaleza, registraram-se no Estado 643 casos de assassinatos de mulheres. Soluções como um bloco de carnaval podem não ser definitivas, mas servem para denunciar e alertar sobre o problema. Calar-se e ser conivente é que não é opção.

Últimos Artigos

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.