Coluna

Comunicado: Desafios e soluções

roberto-maciel

Comunicado

ROBERTO MACIEL - roberto.maciel@diariodonordeste.com.br • Coluna da editoria Cidade

00:00 · 11.06.2018

O BNB lançou chamada pública para selecionar projetos que ofereçam soluções para os principais desafios enfrentados pelos agentes econômicos nas atividades do Programa de Desenvolvimento Territorial. O Prodeter é efetivado pela instituição. Baixa produtividade e reduzida eficiência econômica em setores como bovinocultura leiteira, caprinocultura e fruticultura estão entre esses desafios. O pacote de apoio está orçado em R$ 4 milhões. Os projetos apresentados podem ter prazo de execução de seis meses a dois anos e serão apoiados, cada um, com até R$ 300 mil. As inscrições podem ser feitas até hoje, na Internet, pelo endereço www.bnb.gov.br/fundeci.

Image-2-Artigo-2407329-1

O edital é parte de um plano de ações para o desenvolvimento territorial e a organização do BNB. O banco visa ainda ao fortalecimento e à ampliação da competitividade das cadeias produtivas. O resultado da primeira etapa será conhecido dentro de dois meses.

1,95

Milhões de reais

São o montante da verba federal a ser aplicada no programa Minha Casa Minha Vida Rural no município de Icó, a 366 quilômetros de Fortaleza. Obras de pavimentação receberão R$ 4 milhões.

6,5

Milhões de reais

Constituem repasse de recursos para obras em Icó, anunciado pelo senador Eunício Oliveira (MDB). Também é prevista a cessão de terreno do Dnocs para implantação de campus da Universidade do Cariri.

"Sempre dizia que o tempo é o senhor da razão e a posição de cada um se revelaria. Vejo hoje acontecendo tudo aquilo que eu imaginava"

Image-0-Artigo-2407329-1

Deputado Heitor Férrer (SD) - desencantado com a política

Ideia

A Câmara de Caucaia recebe amanhã o presidente do Legislativo de Fortaleza. Salmito Filho (PDT) vai apresentar a ideia do Fórum Parlamentar Metropolitano aos vereadores da segunda maior casa parlamentar municipal do Estado, que representam 362.223 habitantes e têm abrangência por 1.228 km².

Sem custo extra

"O Parlamento Metropolitano não custará nenhum centavo a mais aos cofres públicos", costuma observar Salmito. Segundo ele, "as estruturas já existentes nas câmaras municipais serão utilizadas pelo fórum", que será uma instância de debates com cobertura sobre 19 municípios.

A regra é clara

Image-1-Artigo-2407329-1

Salmito Filho explica que a lei federal que criou em 2015 o Estatuto da Metrópole é uma das referências aplicadas na proposta do Fórum Parlamentar. A legislação, diz, "estabelece exigências de instâncias e planos integrados para as regiões metropolitanas na perspectiva interfederativa municipal". O vereador já visitou 15 câmaras desde abril último.

Últimos Artigos

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.