Coluna

Comunicado: as raízes do diálogo

roberto-maciel

Comunicado

ROBERTO MACIEL - roberto.maciel@diariodonordeste.com.br • Coluna da editoria Cidade

01:00 · 06.08.2018
 
 
 

A boa e velha carnaúba está na pauta das discussões da indústria cearense. O projeto Carnaúba Sustentável marcou para o município de Granja, a 300 quilômetros de Fortaleza, no norte do Estado, a segunda rodada da série “Encontros dos Diálogos da Carnaúba”, enfatizando soluções e boas práticas para a exploração do produto. Será na próxima sexta-feira. A articulação é do Sindcarnaúba e da Fiec. Produtores, empresários, trabalhadores do extrativismo e representantes de sindicatos, do poder público e do terceiro setor devem comparecer.

 

A carnaúba é a árvore-símbolo do Ceará. Em 2004, foi editado decreto com essa definição pelo então governador, Lúcio Alcântara. O Piauí também tem decreto que a considera assim, mas desde 2017.

108

atividades

Compõem a programação da Maternidade-Escola Assis Chateaubriand para a Semana Mundial de Aleitamento Materno, que termina amanhã. A Semana foi criada em 1992 para estimular a amamentação.

200

mães

Formam o público atendido mensalmente, em média, pela Maternidade-Escola. A instituição coleta aproximadamente 160 litros de leite humano por mês, por meio de doações.

 

"Os 31 municípios com mais baixo IDH melhoraram muito com as políticas públicas. E famílias melhoraram a qualidade de vida. Não é só crescimento, mas desenvolvimento”

Deputado Moisés Braz (PT)

Sobre avanços no Índice de Desenvolvimento Humano

Já é obrigação

Da série “Cortesia com o chapéu alheio”. Leva o jamegão do deputado Bruno Pedrosa (PP) projeto que propõe premiações à custa da isenção do IPVA a motoristas que - pasme! - fazem o que é sua obrigação: dirigir de acordo com as leis do trânsito. O IPVA, vale lembrar, é o imposto cobrado de quem tem veículos automotores. E, por isso, é dinheiro público.

A fonte

Bruno Pedrosa diz que copiou a ideia de uma ação na Suécia, na qual quem respeitava limites de velocidade ganhava bonificações de uma montadora de automóveis. A diferença é justamente essa: os suecos recebiam prêmios de uma empresa privada. Não havia comprometimento de um centavo sequer dos recursos do contribuinte.

 

Educação em perspectiva

A numerologia é positiva, creia: em 18 meses, 472 professores já foram incorporados ao serviço público de Caucaia, esvaziando uma fila que já se prolongava havia dois anos. O mais recente grupo de educadores que ingressou somou 20 profissionais. O prefeito do município, Naumi Amorim (PMB), diz que trata-se de uma política de valorização do setor.

Últimos Artigos

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.